Homem encontra-se sob custódia policial após esfaquear polícia em Cascais

0
5
DR
Um homem de 37 anos ficou sob custódia policial, depois de, na segunda-feira, ter esfaqueado um polícia e ter sido atingido na perna pela PSP, que recorreu às armas para o imobilizar, foi hoje anunciado.Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, através da Divisão de Policial de Cascais, adianta que o esfaqueamento aconteceu na freguesia de Carcavelos, quando os agentes o conduziam a uma ambulância.

A detenção do homem, em situação irregular no país, ocorreu na sequência de um pedido de auxílio a uma equipa de bombeiros feito pela mãe do homem, uma vez que “este se encontrava instável e alterado”.

“Os polícias deslocaram-se ao local para assegurar a proteção e segurança dos intervenientes”, pode ler-se na nota.

Revelando um comportamento violento, o homem ainda empunhou outra faca, depois de ter esfaqueado o polícia, que teve de ser conduzido ao Hospital de São Francisco de Xavier, em Lisboa, onde foi sujeito a tratamento e recebeu alta de seguida.

“Tendo-lhe sido ordenado que as largasse [as duas facas], o mesmo não obedeceu, avançando novamente na direção dos polícias, pelo que foi efetuado recurso à arma de fogo para neutralizar a ameaça contra a vida e integridade física dos agentes, através de disparo na perna do agressor”, descreve o Cometlis.

Segundo a PSP, o homem continuou a empunhar as facas após ser atingido, tendo sido utilizado gás pimenta de modo a imobilizá-lo.

O Cometlis acrescenta que o homem foi conduzido à mesma unidade hospitalar do polícia ferido, para receber assistência médica, onde se mantém sob custódia policial até à sua apresentação perante autoridade judiciária.

De acordo com as autoridades policiais, a ocorrência foi dada a conhecer à Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI).

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO