Incêndio “tornou ainda mais premente” que avance nova Aerogare da Graciosa, afirma Vasco Cordeiro

0
11

O Presidente do Governo visitou hoje a zona de cargas do Aeródromo da Graciosa, atingida por um incêndio na noite de 24 de maio, onde salientou que esta circunstância torna ainda mais premente que avance o projeto da nova aerogare para a ilha, que está para parecer da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC).

“O projeto da nova aerogare está na ANAC a aguardar, há cerca de dois anos, uma pronúncia, que é necessária e imprescindível para se poder avançar com a segunda fase deste processo, que será o lançamento do concurso público de empreitada para a construção”, afirmou Vasco Cordeiro.

No início de uma visita à Graciosa, no âmbito dos contactos que tem desenvolvido nas várias ilhas, na sequência da retoma económica na Região, o Presidente do Governo salientou que este incêndio “veio tornar ainda mais premente a necessidade de se resolver rapidamente” o processo da nova aerogare da ilha.

“Houve investimentos que foram já feitos, na infraestrutura e nos equipamentos, para garantir a operacionalidade nesta fase, mas percebe-se que, havendo já um projeto de construção de uma nova aerogare, ainda se torna mais premente que este processo possa avançar”, sublinhou Vasco Cordeiro.

Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo realçou ainda que, na sequência do incêndio que deflagrou na zona de cargas, foi feito um trabalho pela SATA e por empresas da Graciosa que permitiram que a infraestrutura ficasse rapidamente operacional.

“O facto é que, atualmente, o aeródromo está operacional. Há uma zona que era utilizada como armazém de material de placa que foi bastante afetada, mas já está em fase de elaboração o projeto para ser recuperada. Toda a zona de passageiros e de carga está a funcionar e, portanto, deixo uma palavra de elogio ao esforço e à competência com que também as empresas da Graciosa lançaram mão a esse trabalho e puseram esta infraestrutura em condições operacionais”, referiu.

Nesta deslocação à Graciosa, o Presidente do Governo reuniu também com o Presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Manuel Avelar, um encontro que permitiu passar em revista, não só todo o trabalho de colaboração que foi desenvolvido no período mais intenso da pandemia ao nível da saúde pública, mas também o processo de retoma e de relançamento económico e social na ilha e na Região.

“Além disso, nesta reunião passamos em revista vários investimentos que estão a decorrer na Graciosa”, referiu Vasco Cordeiro, ao adiantar que a obra da zona da Barra deverá ficar concluída no início do último trimestre deste ano.

“Nessa altura, avançaremos, em colaboração com a Câmara Municipal, para outras valências para a ilha, nomeadamente naquilo que será, numa primeira fase, cerca de meia centena de lugares para embarcações, garantindo, assim, que aquele espaço será um polo, não apenas de proteção da orla costeira, mas também de outras funcionalidades da ilha Graciosa”, destacou o Presidente do Governo.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO