Inovação deve impulsionar setores mais tradicionais e criar emprego em Santa Maria, defende Bárbara Chaves

0
6
DR

“Com estas jornadas queremos refletir sobre o novo fôlego que o desenvolvimento tecnológico pode representar para os Açores e, em concreto, como é que se vai traduzir em benefícios para Santa Maria”, realçou Bárbara Chaves, no arranque das Jornadas Parlamentares que os deputados socialistas estão a realizar, dedicadas ao tema da “inovação e desenvolvimento tecnológico: da agricultura ao setor espacial”.

“Vemos que Santa Maria está a assumir uma nova centralidade com projetos científicos e inovadores e o facto de termos aqui a sede Agência Espacial Portuguesa é um exemplo disso. No entanto, apesar deste novo fôlego tecnológico, Santa Maria não se reduz a isso, já que os nossos setores primários, também, estão em franco crescimento”. Agora, acrescentou a deputado socialista eleita por Santa Maria, importa-nos perceber de que forma é que esses projetos se traduzem em mais-valias para os marienses e para a Região, em geral, nomeadamente em termos da criação de emprego e de riqueza”

Bárbara Chaves considera que “fundamental encarar as tecnologias aeroespaciais como motor de desenvolvimento da ilha de Santa Maria, mas sem esquecer as áreas da agricultura, das pescas e do turismo”. Durante o primeiro dia das Jornadas, os deputados analisaram a importância da “Inovação e Desenvolvimento Económico”, visitaram a Zona Portuária de Vila do Porto, passando pelo Porto de Pescas, pelo Porto Comercial, pela Marina de Vila do Porto e por uma empresa de reparação naval. Ao fim do dia, visitaram o Centro Logístico Agroalimentar da Agromariensecoop.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO