Estratégia de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente (RIS3 Açores) em processo de avaliação e revisão, afirma Diretor Regional

0
32
DR

O Governo dos Açores já iniciou os trabalhos de avaliação da Estratégia de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente (RIS3 Açores) que servirão de base à revisão desta estratégia, garantindo, assim, o seu enquadramento no próximo quadro comunitário pós-2020.

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia adiantou hoje que o processo de avaliação da RIS3-Açores “estará concluído em finais de julho, altura em que será partilhado, para efeitos de auscultação, quer com os Grupos de Trabalho Temáticos da RIS3, quer com todos os ‘stakeholders’ envolvidos na implementação da estratégia ou que tenham interesse neste processo”.

Bruno Pacheco, que falava, na Lagoa, na abertura do workshop ‘Estratégias de Especialização Inteligente – Dinâmicas e Desafios’,  acrescentou que “a proposta preliminar de revisão da RIS3 será apresentada no final do mês de outubro e será acompanhada de dois momentos de auscultação pública: uma que antecederá a proposta preliminar e que será posta à consideração do Conselho Regional de Inovação, e outra que decorrerá após a apresentação dessa proposta e que será disponibilizada aos ‘stakeholders’ de todas as ilhas e aos departamentos do Governo, em especial aos que têm a tutela das áreas do mar, agricultura e turismo”.

Neste âmbito, o Diretor Regional frisou a importância do envolvimento da sociedade neste processo, considerando que esta é a única forma de garantir um diálogo construtivo.

“A revisão desta estratégia é imprescindível, não apenas para garantir que sejam corrigidas e validadas as atuais opções, mas, e sobretudo, porque abre caminho para que outras áreas possam vir a ser contempladas na RIS Açores”, acrescentou.

Para Bruno Pacheco, “a revisão da RIS3 Açores, para além de ser um compromisso político, nasce do sentimento de que é necessário tornar a RIS3 mais abrangente e interpretar melhor as considerações que têm sido feitas ao longo da sua implementação, tendo sempre presente que este é um processo sério de descoberta empreendedora, que deve conjugar a economia com o conhecimento”.

No encontro hoje realizado, que contou com oradores da Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regionais do Centro e do Algarve, bem como da Agência Nacional de Inovação, o Diretor Regional da Ciência e Tecnologia referiu que o processo de revisão da RIS Açores estará concluído no primeiro trimestre de 2020.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO