IROA reage a acusações do PSD sobre caminhos agrícolas

0
9

Em resposta às declarações do deputado regional Luís Garcia, divulgadas através de nota do Gabinete de Imprensa do PSD/Açores, sobre a falta de manutenção de caminhos agrícolas no Faial o Instituto Regional de Ornamento Agrário (IROA),  remeteu à comunicação social uma nota de imprensa na qual esclarece “que a legislação em vigor, tem bem definidas as suas áreas de competência e de intervenção no abastecimento de água, energia elétrica e construção e manutenção de caminhos agrícolas sendo que, estas áreas, estão confinadas aos perímetros de ordenamento agrário (POA) existentes na Região”.

Neste contexto, lê-se no esclarecimento que “no caso concreto do POA Feteira/Castelo Branco, na ilha do Faial, a IROA, SA não recebeu qualquer solicitação ou informação de autarquias locais ou de organizações representativas dos agricultores sobre qualquer falta de manutenção de caminhos agrícolas naquela ilha. Aliás, na rede de caminhos que, no Faial, serve diretamente a agricultura, já foram intervencionados, com limpezas e regularizações, só em 2014, cerca de 107 km. Por outro lado, refere ainda o esclarecimento, que parte da Direção Regional dos Recursos Florestais, além da construção e beneficiação foram intervencionados outros 13 km”.

 

A Administração do IROA, manifestou também no comunicado, o seu profundo desagrado com as declarações do deputado, lamentando que “o deputado do PSD generalize a ideia de falta de manutenção de caminhos agrícolas na Região sem apresentar casos concretos e sem fazer a necessária diferenciação entre o que são caminhos agrícolas, rurais, florestais, locais ou regionais”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO