Isabel Almeida Rodrigues apela ao voto no PS para que se continue a trabalhar em defesa dos Açores

0
6
DR

“Apresentamo-nos dispostos a trabalhar intransigentemente pela defesa daqueles que são os interesses das Açorianas e dos Açorianos e os interesses da nossa Região”, afirmou esta quarta-feira a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro.

Isabel Almeida Rodrigues, que falava durante a Sessão Pública da candidatura do PS/Açores, em Rabo de Peixe, destacou, na ocasião, o Mar dos Açores e as Pescas, a Agricultura e os Serviços do Estado, como sendo áreas em que irá centrar a sua atenção nos próximos quatro anos.

Para a candidata do PS/Açores, estas eleições assumem especial relevância “pelo mar dos Açores e a importância de nos serem concedidos poderes de gestão e decisão que nos permita gerir o potencial de recursos que o mar encerra”. Mas, importam ainda para que se possa continuar a lutar “pela diferenciação das nossas pescarias, de caráter sustentável e não predatórias, e para que nos sejam reconhecidos mecanismos de gestão de quota que permitam continuar o trabalho que tem sido feito de melhoria do rendimento dos pescadores”.

Também na Agricultura, Isabel Almeida Rodrigues assume a necessidade de se continuar a lutar, no âmbito da Política Agrícola Comum, “por medidas que tratem com a devida justiça os homens e as mulheres que dão tanto de si a um setor tão importante da nossa economia”.

“Estas eleições são ainda importantes para que possamos continuar a lutar pela nossa Autonomia, para que na segurança, na defesa e na justiça a nossa realidade arquipelágica seja, primeiro, entendida, e depois atendida”, referiu a socialista, referindo-se à importância dos Serviços do Estado cumprirem com o direito de acesso dos cidadãos a serviços essenciais.

Por tudo o que ainda falta fazer, a candidata socialista defendeu a necessidade de se continuar a trabalhar por um bom resultado no próximo dia 6 de outubro: “a nossa luta tem de ser por uma vitória que nos garanta que vamos continuar este caminho, de progresso, com um clima de confiança e com esperança no futuro”.

“Só se ganham eleições com votos, e o importante é que nos mobilizemos todos para votar, desde logo, pelo exercício do direito de voto que tão difícil foi de conquistar, depois, por um voto que seja no futuro dos Açores e de Portugal, e esse voto de que precisamos é o voto no Partido Socialista”, afirmou a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO