Maria do Céu Patrão Neves afirma que alterações do POSEI não beneficiam a região

0
16

Terminaram esta semana as negociações do Parlamento Europeu, Conselho Europeu e Comissão Europeia, relativamente ao programa POSEI.

Maria do Céu Patrão Neves acha que o acordo “não apresenta vantagens para os Açores”, salientando que apenas existem dois factores positivos, “o primeiro prende-se com o compromisso da realização de estudos para se perceber o impacto dos acordos comerciais entre a UE e os países parceiros, especialmente no que concerne a produtos mais sensíveis produzidos nas regiões ultraperiféricas”, enquanto o segundo é o facto de ”a região poderá escolher os três melhores anos de produção, entre 2005 e 2012, que servirão de base para o cálculo da quota de referência para a reexpedição do açúcar sem a obrigatoriedade de devolver os apoios”.

O último ponto acertado, nestas negociações, relaciona-se com os apoios às produções locais, principalmente às tradicionais e à diversificação agrícola. Neste aspecto, não está referida a inclusão do sector do leite ou carne, pelo que para a eurodeputada “estes sectores não beneficiaram nada com este POSEI”.

Patrão Neves, lembra ainda que apresentou diversas emendas ao relatório, mas não conseguiu “melhorá-lo em prol dos Açores e dos produtores Açorianos”, disse.

 

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO