MiratecArts – Viola Caipira no “Spotlight Brasil” do Festival Cordas online

0
20

De 14 a 19 de setembro, o Festival Cordas apresenta 14 concertos ao vivo na Madalena, Pico. O programa também inclui eventos paralelos em escolas locais, exposições, tempo para conversa e ainda um programa online através da página do facebook da associação organizadora, MiratecArts.

Este ano, o destaque online vai para o Brasil através de 5 concertos dedicados à viola brasileira, Viola Caipira, e ainda um especial sobre o berimbau. A fechar o programa oficial online, a atenção volta para os Açores e para a Viola da Terra, dos Dois Corações, de Rafael Carvalho. Diariamente, também haverá intervenções em direto do festival, mas os concertos ao vivo não fazem parte do programa online.

Na maior parte do século XX, a viola foi vista pela sociedade brasileira como instrumento inculto. Somente nas últimas décadas passou a ser mais respeitada devido à intervenção de violeiros de destaque. Para o programa online de “Spotlight Brasil”, o Festival Cordas apresenta 5 violeiros distintos em estilo e até com as suas violas, também elas, distintas. Os programas estreiam pelas 15h Açores de quarta a domingo, 15 a 19 de setembro, e ficam online para visionar à sua disponibilidade.

Natural de Recife, Laís de Assis apresenta a viola de dez cordas instrumental, sendo fonte de inspiração o universo popular nordestino do Brasil. Vinicius Muniz apresenta-nos o seu projeto “Janelas Infinitas” com influência clássica. Violeiro de Campinas, Afonso Villasanti, já pisou os palcos do Festival Cordas, em pessoa, agora presenteia-nos com a sua música original via vídeo online. “Do Barroco às Barrancas do Rio” é o primeiro projeto autoral a solo de Bruno Sanches que aqui o apresenta. Violeira, cantora e compositora de Brasília, Carol Carneiro apresenta a sua viola, que é bem diferente do que já nos acostumamos.

Para finalizar o programa “Spotlight Brasil”, as audiências na Madalena também têm não só a oportunidade de conhecer um dos maiores violeiros do mundo, o gaúcho do violão de sete cordas Yamandu Costa, mas também têm ainda a possibilidade de ouvirem os irmãos Wellington e Maninho Nascimento, que trazem o chorinho brasileiro, no fim de semana do festival, que encerra com uma noite de cinema, “Tudo tem Viola” por Cristiano Oliveira, o primeiro violeiro formado pela Universidade Federal de Paraíba na Viola Nordestina. Para toda a programação visite www.festivalcordas.com e junte-se online na página do facebook da MiratecArts e do Cordas World Music Festival para não perder momentos surpresa e todas as notícias do Cordas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO