Novo ciclo de investimento nas obras públicas potencia crescimento das empresas de construção civil nos Açores

0
8
DR/GACS

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou, em São Miguel, que as empresas de construção civil e obras públicas têm conseguido “não só adaptar-se, mas, sobretudo, não parar e continuar a sua atividade”.

Ana Cunha, que falava no final de uma visita à fábrica da empresa A.R. Casanova, na Ribeira Grande, onde ficou a conhecer a capacidade produtiva instalada de diversos materiais de construção, sublinhou a existência de uma gama bastante variada de produtos produzidos na Região que “é importante dar a conhecer, nomeadamente a projetistas, para que os integrem nas obras que têm lugar nos Açores”.

Nesta visita, a Secretária Regional quis ficar a conhecer como as empresas de construção civil e obras públicas estão a adaptar-se à conjuntura criada pela pandemia de Covid-19, sublinhando a forma como têm encarado este momento critico e até assumido um papel fundamental na manutenção de postos de trabalho como grande impulsionador da economia nos Açores.

Ana Cunha salientou, nesse sentido, que “os indicadores da construção ao nível de emprego apresentam um acréscimo no último trimestre, em relação ao período homólogo, de cerca de 1,8%”, acrescentando que “a construção civil, com os desafios que se apresentam nos próximos tempos, tem assumido e continuará a assumir um papel muito importante na manutenção e criação de novos postos de trabalho”.

A titular da pasta das Obras Públicas referiu ainda que “o investimento em termos de obras públicas nas nove ilhas dos Açores ascendeu a mais de 90 milhões de euros nos últimos quatro anos, estando em curso, em fase de lançamento ou de conclusão, por exemplo, obras portuárias, num dos maiores investimentos de sempre nesta área e só decorrente do furacão Lorenzo, que ultrapassam os 250 milhões de euros”.

Ana Cunha considerou que estamos num “novo ciclo de investimento em termos de obras públicas, destacando-se pelo seu volume as obras motivadas pelo furacão Lorenzo, naquilo que se refere a este departamento no âmbito das obras públicas, mas também na Portos dos Açores”.

A Secretária Regional deixou uma palavra de reconhecimento aos empresários da construção civil, reafirmou a confiança no setor e acrescentou que “são vários os investimentos em curso e projetos em fase de lançamento que, não só reforçam a importância da construção civil e obras públicas nos Açores, mas também representam uma enorme oportunidade para não só sedimentarem a sua atividade, mas até crescerem”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO