Número de cagarros salvos nos Açores duplicou

0
5

A campanha SOS Cagarro, que decorre desde 1991, salvou este ano cerca de 7000 aves marinhas desta espécie, cerca do dobro do número médio registado nos últimos sete anos.

A média de salvamentos de sete anos de registos é de 3350, o valor deste ano da campanha, que decorreu de 15 de Outubro a 15 de Novembro, é cerca do dobro, segundo explicou Filipe Porteiro, diretor regional dos Assuntos do Mar, numa sessão de encerramento desta campanha que decorreu na Escola Secundária Manuel de Arriaga. 

A este número, provavelmente, acrescem muitos outros salvamentos feitos por particulares que desconhecem que podem reportar online o salvamento, para que estes dados sejam contabilizados.

Os Açores acolhem todos os anos quase 200 mil casais de cagarros, que procuram as zonas costeiras das ilhas para se reproduzirem, um número que corresponde a mais de 60% da população mundial da espécie e a cerca de 75% da população mundial da subespécie Calonectris diomedea borealis.

A campanha quer envolver as pessoas e entidades no salvamento dos cagarros juvenis encontrados junto às estradas e na sua proximidade, alertando a população açoriana e visitantes para a preservação desta espécie protegida.

Este ano, como novidade, o SOS Cagarro apelou também à participação da comunidade estrangeira residente nos Açores e turistas, tendo sido divulgada informação sobre a iniciativa em inglês.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO