O Faial na Assembleia da República

0
44
Salomé Matos

A Assembleia da República (AR) é constituída por uma câmara de Deputados que representa todos os portugueses eleitos por sufrágio universal direto e secreto. Tem por poderes principais legislar e fiscalizar a atuação do Governo assumindo-se como órgão de excelência do debate político a nível nacional.

Em março de 2021, Ilidia Quadrado, deputada eleita pelo círculo dos Açores pelo PSD, ao fim de 4 meses em funções na AR, escrevia que encarava este desafio “como a maior das responsabilidades – defender os Açores, sempre, e, ao mesmo tempo, fazer parte das decisões que se tomam nível nacional”.

Volvido pouco mais de 1 ano desde que iniciou este percurso o Faial sai a ganhar fruto do trabalho desenvolvido por esta faialense que já nos havia dado provas da sua capacidade e tenacidade, quer na sua vida pessoal com a sua envolvente no quer enquanto profissional na área da educação.

A sua participação nas reuniões plenárias bem como nas Comissões Parlamentares pautou-se por um olhar sempre atento àquelas que foram no último ano as grandes preocupações da ilha do Faial.

O progressivo esvaziamento da Cadeia de Apoio da Horta que integra o Estabelecimento Prisional Regional de Angra do Heroísmo levantou inúmeras dúvidas quanto à intenção do Governo da República em proceder ao seu encerramento por ausência de condições físicas, não obstante não ter procedido às obras para a sua conservação, manutenção e requalificação que haviam sido anunciadas para 2021. Ilídia Quadrado questionou várias vezes a Ministra da Justiça defendendo a importância desta instituição numa ótica da sua importância para a reinserção social destes reclusos.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura