PAN inaugura nova sede nos Açores e anuncia candidatos açorianos às Europeias

0
30
blank
DR/PAN Açores

O PAN, Pessoas-Animais-Natureza, vai proceder à inauguração, no próximo dia 16 de março, da sua nova sede na Rua do Peru nº 105, em Ponta Delgada.
Para o partido “este é um marco histórico uma vez que o PAN será o único partido sem subvenção regional a ter sede nos Açores e revela a forte aposta que o PAN Nacional faz, com parcos recursos financeiros, na região autónoma”.

“Esta iniciativa revela o respeito e a relevância que atribuímos ao trabalho que tem sido desenvolvido nos Açores e espelha também a convicção e o otimismo com que encaramos as possibilidades reais de crescimento e desenvolvimento das atividades do PAN na região”, comenta André Silva, Deputado do PAN na Assembleia da República que irá marcar presença como orador nas sessões que estão previstas para este dia.
O PAN Açores pretende que a inauguração do espaço seja um momento de partilha de
ideias e de experiências sobre vários temas, sendo que a participação dos restantes
partidos políticos é bem-vinda.

A intervenção de André Silva contará com uma apresentação do trabalho do PAN no Parlamento nacional e incidirá sobre as sinergias que foram possíveis criar entre o trabalho do PAN na Assembleia da República e aquilo que tem sido alcançado nos Açores. Já a apresentação de Pedro Neves, membro da Comissão Política Nacional e Porta-Voz Regional nos Açores, incidirá sobre o trabalho  realizado na região por uma equipa comprometida com uma nova forma de fazer política e com a audácia e coragem de denunciar e debater assuntos fraturantes que são necessários à mudança social positiva que o PAN tem vindo a defender e a construir.
As eleições europeias do próximo dia 26 de Maio de 2019 serão também um tema a
abordar pelos dois oradores, sendo André Silva, Porta-Voz nacional do PAN, o primeiro
líder de um partido a ir aos Açores debater as eleições Europeias (com as listas
fechadas), com o anúncio da candidatura de Pedro Neves do PAN/Açores como escolha
do partido a ocupar o terceiro lugar da lista do PAN às Europeias.

Além da escolha do Porta-Voz do PAN nos Açores, Pedro Neves, o partido confirma Sónia Domingos como segunda candidata dos Açores nos efectivos da lista para as Europeias.
Será ainda apresentada a visão do PAN sobre o contexto singular em que se encontram os
Açores na União Europeia.

Os Açores, apesar de apresentarem particularidades e complexidades características de uma região ultraperiférica, têm um potencial único para trilhar um caminho diferente do atual no que respeita aos financiamentos europeus. Se até agora a tónica foi de progresso económico e extrativista não direcionado para a sustentabilidade ambiental, o novo quadro comunitário apresenta oportunidades que os Açores devem canalizar de forma mais eficiente na defesa dos seus recursos naturais, potenciando e implementando uma verdadeira economia circular, principalmente no âmbito energético.

Apresentando como exemplo o projecto piloto da ilha da Graciosa, que conseguiu ser a primeira região do mundo a ser alimentada a 100% por energias limpas e renováveis, uma das medidas do PAN é que este resultado seja estendido a toda a região até 2025, usufruindo do aumento do valor do Fundo de Coesão, promovendo a descarbonização, emprego em áreas emergentes e a própria independência energética do arquipélago.
“Este evento nos Açores marca a visão unificadora do PAN, de que não existe
superiorização entre o continente e as regiões autónomas, criando uma estrutura que
funciona como um único corpo a trabalhar em uníssono. É sem dúvida um marco
diferenciador das atividades do PAN e desta candidatura”, refere Pedro Neves, PortaVoz Regional nos Açores.