Prémios “Daniel de Sá” e “António Dacosta” já têm júri constituído

0
20

João das Pedras Saramago e Victor Rui Dores, Madalena San Bento, Manuel Tomás Gaspar da Costa e Maria João Cavaco são os elementos do júri dos prémios de Humanidades “Daniel de Sá” e de Pintura “António Dacosta”. Estes são prémios de caráter bienal, entregues nos anos pares, cujos júris foram nomeados esta semana.

O Prémio de Humanidades “Daniel de Sá” que galardoa uma obra inédita e referenciável aos Açores, por autor nacional ou estrangeiro, nas categorias de ensaio e criação literária, escrita em português, vai ter como júri João das Pedras Saramago e Victor Rui Dores, na qualidade de membros do Conselho Regional da Cultura, Madalena San Bento, Manuel Tomás Gaspar da Costa e Maria João Cavaco.

O júri do Prémio de Pintura “António Dacosta” é composto por Duarte Melo, na qualidade de membro do Conselho Regional de Cultura, João Urbano Melo Resendes, na qualidade de artista plástico, e José Luís Gordo Porfírio, na qualidade de crítico de arte. O prémio “António Dacosta” destina-se a galardoar artistas regionais e a valorizar a atividade cultural regional no domínio das artes plásticas, nas categorias de pintura e nas áreas de pintura abstrata e área de pintura figurativa.

A candidatura aos prémios tem um valor de seis mil euros cada. Ao Prémio de Humanidades devem concorrer até 27 de maio enquanto que as candidaturas ao Prémio de Pintura devem ser entregues até dia 15 de setembro, nas instalações da direção Regional da Cultura ou nos seus serviços externos. Estes prémios, criados no âmbito da nova estratégica para a cultura nos Açores, foram atribuídos pela primeira vez em 2014.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO