Presidente da Assembleia apela à conjugação de esforços no combate às alterações climáticas

0
50
DR/ALRAA
DR/ALRAA

O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), Luís
Garcia, apelou hoje à conjugação de esforços entre a sociedade civil, as instituições e os órgãos de governo próprio no combate às alterações climáticas, considerando um tema urgente, que afeta cada vez mais os Açores.

Discursando na abertura da Conferência “45 Anos de Autonomia – O Desafio das Alterações
Climáticas”, realizada ao final da tarde de hoje no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo, o Presidente da Assembleia Legislativa desafiou toda a comunidade para a  reflexão, debate e adoção de boas práticas ambientais, que contribuam para o abrandamento dos “fenómenos climatéricos que nos atingem com extrema violência, destruindo as nossas casas e comunidades mais expostas”.

Só através de uma “ação coordenada e articulada ao mais alto nível” é que se encontrarão
soluções para “um problema maior que a pequenez das nossas ilhas”, que atinge “todos os
cantos do Planeta,” mas “afeta de forma muito particular toda a região, devido à nossa
localização geográfica, que tem tanto de privilegiada como de desprotegida”, afirmou o
Presidente Luís Garcia.

Além da intervenção do Presidente da Assembleia, a conferência contou ainda com as
intervenções de dois reputados académicos na área ambiental, nomeadamente o Professor Doutor Félix Rodrigues e a Professora Doutora Joana Portugal, que apresentaram
comunicações sobre o desafio das alterações climáticas a convite da ALRAA.

O Professor Doutor Félix Rodrigues, investigador açoriano com trabalho académico
desenvolvido na Universidade dos Açores, fez uma comunicação sobre “Uma Visão para a
Mitigação e Adaptação dos Açores às Alterações Climáticas”.

Por sua vez, a Professora Doutora Joana Portugal, docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade de Lisboa, investigadora convidada do Centro de Política Ambiental do Imperial College London e autora dos relatórios de avaliação do Grupo de Trabalho III do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas das Nações Unidas, apresentou a comunicação “A Ciência e a política das alterações climáticas: desafios para estabilizar o aquecimento global”.

Recorde-se que esta conferência, que teve lugar em Angra do Heroísmo, foi a terceira do Ciclo “45 Anos – Os desafios da Autonomia”, uma iniciativa da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores no âmbito das comemorações da Autonomia Regional, que se vai estender as todas ilhas dos Açores.