Programa VITIS – Governo dos Açores quer agilizar a análise das candidaturas e respetivo pagamento

0
2
DR/GACs

O Diretor Regional do Desenvolvimento Rural afirmou hoje, em Lisboa, que o Governo dos Açores está a trabalhar como o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) no sentido de agilizar todos os procedimentos e mecanismos relativos à receção, análise, decisão e processamento dos pedidos de pagamento das candidaturas ao programa VITIS.

“A articulação e agilização de procedimentos é absolutamente essencial para que ambas as instituições possam melhorar a resposta que é dada aos viticultores nos Açores”, referiu Valter Braga, que falava no final de uma reunião com o presidente do IFAP, Pedro Ribeiro.

Valter Braga considerou que o programa VITIS tem sido um “instrumento estratégico essencial” no processo de reabilitação e reconversão das vinhas nos Açores, contribuindo para a dinamização da economia local e para a criação de emprego e de riqueza.

“Desde 2014 já foram aprovados 470 projetos no âmbito do VITIS, com uma área de 761 hectares de vinha e com um investimento aprovado de 20,4 milhões de euros, dos quais já foram pagos quase 18 milhões de euros até ao final do mês de janeiro”, afirmou.

O Diretor Regional considerou que estes indicadores dão bem nota do grande dinamismo e vitalidade que a vitivinicultura tem atualmente nos Açores, com particular destaque para a ilha do Pico.

Valter Braga salientou que este setor soube adaptar-se e crescer em profissionalismo, modernização e marketing, acompanhando as tendências dos consumidores, cada vez mais exigentes na qualidade e mais conhecedores do que consomem.

“Em 2018, a produção de vinho apto a ser certificado atingiu um valor recorde aproximado de 400 mil litros, o que corresponde a um aumento de 330% face ao ano anterior”, disse o Diretor Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO