PS Açores reúne com CMH – Não há novidades sobre a ampliação do Aeroporto da Horta

0
7

Os deputados do PS/Açores à Assembleia da República, Ricardo Rodrigues, Luís Fagundes Duarte e Luísa Santos, estiveram reunidos esta manhã com o Presidente da Câmara Municipal da Horta.

A reunião aconteceu à porta fechada, mas no final Ricardo Rodrigues, falou aos jornalistas e revelou que em cima da mesa estiveram temas como: as comemorações do centenário da República, a Estação Rádio Naval da Horta e o Estabelecimento Prisional da Horta.

“Estamos no centenário da República e como não podia deixar de ser, quisemos hoje, aqui, recordar Manuel de Arriaga, faialense e primeiro presidente da República” – frisou-

Outra preocupação que João Castro fez transmitir aos deputados socialistas da Assembleia da República está relacionada com a Rádio Naval. Conforme referiu Ricardo Rodrigues “por virtude da reestruturação das forças armadas a Rádio Naval da Horta também se ajustou às novas realidades do país. No Faial, essa reestruturação passou ainda por uma redefinição daquele serviço que não implica uma extinção dos serviços que lá estão, mas sim uma diminuição. Surge ainda a possibilidade de ali serem instalados outros serviços que a República possa precisar.”

Em Lisboa os deputados socialistas vão ainda transmitir a necessidade de se reabilitar o Estabelecimento Prisional da Horta, agora que se aproxima a elaboração do Orçamento de Estado. Rodrigues disse que, na Assembleia da República, vão tentar arranjar forma de requalificar aquele edifício, “vivemos numa crise nacional mas também sabemos que o Estado tem responsabilidades em alguns serviços.”

O deputado foi ainda questionado sobre o aeroporto da Horta ao que respondeu que “não há novidades concretas, sabemos que a ANA está em fase de privatização. É um tema que nos tem preocupado mas não temos qualquer solução. O que está previsto é que, se a ANA vier a ser privatizada, no caderno de encargos dessa privatização estará uma ampliação de parte do aeroporto da Horta. Temos esse compromisso por parte do Governo da República”.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO