PSD defende investimento em equipamentos de apoio à atividade turística no Lajido da Criação Velha

0
10
DR

O deputado do PSD/Açores, Marco Costa, defende que a zona do Lajido da Criação Velha, na ilha do Pico, “merece uma maior atenção e aposta das entidades oficiais”, visando “a sua valorização turística, uma vez que é um local emblemático e o principal cartaz fotográfico de promoção da paisagem classificada da ilha do Pico, com a sua imagem de curraletas, o moinho e a representação do plano marítimo do canal Faial-Pico”, adianta.

O social democrata lembra que o PSD/Açores apresentou, em sede de proposta de alteração ao Plano e Orçamento de 2019, “uma proposta de construção de equipamento de apoio aos visitantes daquela zona, que foi chumbada, mas que continua a fazer parte das nossas ambições, no âmbito da qualificação do nosso destino”, refere.

“O Lajido da Criação Velha é um dos núcleos principais da paisagem classificada da Vinha do Pico, uma ilha que se tem afirmado na produção de vinhos de excelência, alguns deles de reconhecida qualidade e que já mereceram a atribuição de inúmeros galardões”, sublinha Marco Costa.

“Esses e outros fatores tem levado ao natural aumento do número de turistas, o que nos leva a avaliar os impactos e a encontrar novas soluções, de forma a manter equilíbrios entre a preservação, a divulgação e a qualificação do nosso produto turístico”, avança o deputado do PSD/Açores.

“Neste momento são visíveis alguns constrangimentos junto ao Lajido, nomeadamente dificuldades de estacionamento, algumas dissonâncias em termos de ordenamento e deterioração dos muros das propriedades, na zona confrontante com as barrocas do mar, assim como falta de equipamentos de apoio aos turistas, mais especificamente a ausência de equipamentos sanitários”, concretiza.

Face aos vários relatos de desconforto por parte dos proprietários das vinhas, “consideramos importante encontrar soluções, como a correção dos muros interiores da estrada marginal, na zona confrontante com as parcelas de vinha. Pois as queixas são várias e revelam alguns abusos também por quem nos visita”.

Para melhor aferir a vontade oficial na introdução de melhorias naquela zona, Marco Costa pediu informações à tutela sobre “o número de funcionários da Direção Regional do Ambiente ou da Azorina, SA, que estão destacados em permanência no núcleo do Lajido da Paisagem Protegida da Vinha, na Criação Velha”.

Da mesma forma, “e sendo o equipamento de apoio à Piscina da Laja das Rosas,que é propriedade da junta de Freguesia, o mais próximo, queremos saber se o Governo Regional tem algum protocolo estabelecido com aquela autarquia para a sua utilização por parte dos visitantes do Lajido da Criação Velha”, referiu.

Finalmente, Marco Costa questiona o executivo sobre o reordenamento e a limpeza das áreas interiores da estrada marginal naquela zona, para saber “se existe algum plano ou projeto para essas áreas publicas, pois são visíveis aglomerados de pedra, colocadas por ação humana, que em nada têm relação com o legado histórico das vinhas”, conclui.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO