Queijo do Faial reconhecido

0
13

 O queijo é um óptimo companheiro dos bons vinhos.

Constitui uma excelente entrada ou uma deliciosa sobremesa, só ou associado a uma peça de fruta. Nas refeições mais leves poderá dar largas à imaginação ocupando um lugar de destaque
 em inúmeras sanduíches.

Quem conhece os Açores sabe como os seus lacticínios são tão saborosos e saudáveis.

Os pastos, verdejantes durante todo o ano, abrigam o gado bovino das raças Frísia, Holstein  e Ramo Grande – que neles pastam livremente, comendo da flora espontânea ou melhorada, segundo métodos naturais.

As ordenhas, automatizadas ou manuais, são feitas logo pela manhã e a meio da tarde, o leite é rapidamente transportado para os postos de recolha e transformado em manteiga ou queijo na fábrica da Cooperativa de Lacticínios da Ilha do Faial.

Os queijos do Faial têm sido galardoados com imensos prémios, e já foram considerados como Queijo de Feira, por inúmeras vezes.

Os concursos de queijos regionais são um importante momento para os industriais de lacticínios açorianos apresentarem e darem a provar os seus produtos, e um estímulo a uma produção cada vez com maior qualidade.
A classificação dos queijos geralmente dá-se em dois momentos: antes da Feira, por um painel de provadores, indicado pela entidade organizadora, que classifica os três melhores queijos de cada categoria.

O segundo momento acontece no decorrer da Feira, quando os visitantes provam e votam para eleger o Queijo da Feira.

A Cooperativa Agrícola de Lacticínios do Faial participa nestes concursos em várias categorias com os seus queijos: Prato “Ilha Azul” – na categoria de Flamengo Prato, Bola “Ilha Azul” – na categoria de Flamengo Bola e com o queijo “Capelinhos” – na categoria de “Livre”.
O queijo Flamengo Prato “ILHA AZUL”, o queijo Bola “Ilha Azul” e o queijo “Capelinhos” são os mais apreciados.

Recorde-se que nos últimos anos os queijos produzidos pela CALF têm recebido inúmeros prémios em eventos desta natureza. Realce para a queijo Prato “Ilha Azul” que nas Feiras Açores de 2004 (Terceira), 2005 (S. Miguel), 2007 (Terceira) e agora em 2008 foi em todas vencedor na sua categoria e eleito pelos visitantes “Queijo da Feira”. Na Feira Açores de 2006 realizada na Ilha do Faial este queijo ficou classificado em segundo lugar na sua categoria.

Em 2008, na Terceira, também foi medalhado.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO