RED BULL CLIFF DIVING WORLD SERIES 2019: JÁ SE SALTOU NO ILHÉU DE VILA FRANCA DO CAMPO

0
14
DR

A etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving World Series antecipou-se um dia na realização da primeira ronda da competição. Uma decisão que foi tomada tendo em conta uma previsão meteorológica menos favorável para o dia de amanhã. Os 24 atletas de 14 países cumpriram assim uma primeira ronda com saltos diretamente das rochas. Jonathan Paredes e Rhiannan Iffland dominaram.

Antecipando uma mudança menos favorável das condições meteorológicas na região, a organização da etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving World Series decidiu antecipar para esta quinta-feira (20 de junho) a primeira ronda da competição. Assim, a ação começou ao fim da manhã no ilhéu de Vila Franca do Campo, com uma sessão de saltos diretamente das rochas.

Entre “repetentes” e estreantes, os 24 atletas de 14 países começaram assim por viver uma experiência de regresso às origens da modalidade, nascida há mais de 200 anos no arquipélago do Hawai.

Neste primeiro confronto, dois atletas estiveram em destaque: o mexicano Jonathan Paredes e a australiana Rhiannan Iffland. O Campeão do circuito mundial de 2017 nunca conseguiu vencer nos Açores e deu hoje um claro sinal que este é um objetivo que pretende cumprir. Já Iffland parece estar bem lançada para fazer história, o que acontecerá se alcançar nesta etapa a quarta vitória consecutiva.

Para amanhã, se as condições o permitirem, a segunda ronda da competição será também realizada a partir das rochas. Sábado a competição será concluída com a terceira ronda e as respetivas finais.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO