Reflexões Crónicas O Faial e as rotas do Atlântico no século XVIII

0
7
TI
TI

Sob este título fiz na semana passada uma conferência / conversa na Biblioteca Pública, organizada em torno de alguns objectos e documentos setecentistas, testemunhos daquele período.
Já neste espaço tenho lançado questões sobre o cosmopolitismo faialense, muito proclamado, mas, creio eu, ainda por definir em concreto. No século XVIII o porto da Horta era o mais importante do arquipélago, existindo aqui algumas das principais casas comerciais, locais e estrangeiras, que asseguravam a circulação de produtos e pessoas através das rotas marítimas que passavam nesta ilha, sendo as principais com Lisboa e o Brasil, mas com ligações ao Oriente, África, América do Norte e outros locais.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO