Residência Universitária do Lumiar uma memória afetiva

0
32
DR/TI
DR/TI

ao meu amigo Rafik Mamade

Enquanto estudante da Faculdade de Letras de Lisboa, fiquei alojado, durante cinco anos, na Residência Universitária do Lumiar. E foi meu companheiro de quarto Rafik Mamade, então estudante de Medicina, com quem mantive profícua e saudável convivência e uma amizade que perdura até aos dias de hoje. Ele viera de Moçambique, vítima de uma descolonização que em nada fora exemplar… E eu, arrancado da ilha e sem parentela na capital, ali fui parar trazendo comigo uma mala abarrotada de roupa e de sonhos… Ambos sobrevivemos com uma (magra) bolsa, mas determinados em sair dali “doutores”…

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO