Rosa Dart eleita vice-presidente da CPR do PSD/Açores

0
6

 

Rosa Dart foi este sábado eleita vice-presidente da Comissão Política Regional do PSD/Açores, no decorrer do XIX congresso regional do partido que se realizou em Ponta Delgada.

A autarca e vereadora da Câmara Municipal da Horta, eleita pelo PSD na Ilha do Faial, integra uma lista de cinco nomes liderada por António Ventura, agora o numero dois de Berta Cabral, líder regional do partido.

“É um enorme motivo de orgulho poder pertencer a um órgão tão importante do partido, que integra uma equipa competente e que pretende levar as 9 ilhas dos Açores a bom porto, unindo-as e criando reais oportunidades para todas. Espero que os faialenses depositem a sua confiança neste projecto, porque é a única forma de revitalizar a ilha e dar-lhe o desenvolvimento que há muito merece. Os Açores precisam dum desenvolvimento regional que não deixe nenhuma ilha para trás, retomando-se o desenvolvimento harmónico dos Açores, como pressuposto da criação duma região económica que confirma a oportunidade de afirmação de cada ilha no todo regional, promovendo o crescimento económico e gerando novas oportunidades de emprego”, disse Rosa Dart em  declarações à comunicação social.

Na sua intervenção durante o congresso, Rosa Dart considerou “o défice de participação da sociedade civil açoriana” como “o primeiro responsável pelo actual estado da região.”

A faialense defendeu que “o tempo é de mudar este estado de espírito venenoso, que mina a aproximação entre uns e outros”.

Apontando críticas ao governo de Carlos César, Rosa Dart afirmou que “as pessoas precisam de bons exemplos e de referências, algo que o socialismo conseguiu estrangular com o que nos deu durante estes últimos 16 anos. Os socialistas conseguiram fazer o povo acreditar que era isto a política, que eram estes os políticos, que quem mexe mais com as mãos ou fala mais alto é que tem razão.”

Assumindo-se como diferente do PS, a agora eleita vice-presidente da CPR do PSD Açores disse “somos claramente diferentes do Partido Socialista. Nós, os sociais-democratas temos respeito pelas pessoas e é nelas que pomos a nossa tónica. Somos a força e a esperança que estas 9 ilhas precisam para voltarmos todos a acreditar que é possível termos o que merecemos.”

Neste congresso foi ainda reconduzido como vice presidente da Mesa do Congresso Regional, o deputado do PSD/Faial Jorge Costa Pereira e eleito como Vogal da Comissão política regional, o social-democrata faialense Estêvão Gomes.

Alberto Romão Madruga da Costa, actual presidente da mesa da assembleia de ilha do Faial, volta a liderar a lista do Conselho Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO