Santa Casa da Misericórdia da Horta – Intervenção na cozinha permite reforçar serviço de apoio domiciliário

0
71
DR/SCMH

Decorreu, esta terça-feira, a cerimónia de inauguração da reabilitação e construção da cozinha da SCMH que segundo a secretária regional da Solidariedade Social vai aumentar a capacidade de resposta na prestação do serviço de apoio domiciliário.
Com esta intervenção, no valor superior a 34 mil euros apoiada pelo Fundo Rainha D. Leonor e pelo Governo dos Açores, “prevê-se uma maior eficiência ao nível da utilização desta cozinha, bem como uma maior rentabilização do espaço, permitindo assim à instituição o aumento da capacidade de resposta, nomeadamente na prestação do serviço de apoio ao domicilio”, afirmou Andreia Cardoso.


Para a governante, a reabilitação e reconstrução desta cozinha “reveste-se de importância, não apenas pela melhoria das condições de instalação da cozinha, mas sobretudo pelo aumento das condições de trabalho para os colaboradores, pelo aumento da eficiência e pelo aumento da qualidade do serviço prestado em matéria de refeições às diversas valências da Instituição que beneficiam cerca de 400 pessoas”.
“Apoiar as pessoas e famílias, proporcionando melhores condições de vida e com qualidade, é o que nos move”, frisou a secretária regional.
Na ocasião, a titular da pasta da Solidariedade Social enalteceu as políticas do Governo Regional para a melhoria e requalificação das respostas sociais existentes, avançando que, para além dos apoios que resultam dos acordos de cooperação com as instituições particulares de solidariedade social e misericórdias, o Executivo prevê ainda um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros no Faial no próximo ano.
“O Plano e Orçamento de 2020 reforça a rede de equipamentos e serviços sociais, por forma a melhorar e alargar a capacidade das respostas e corresponder de forma adequada às necessidades que são identificadas nas várias ilhas”, disse Andreia Cardoso.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO