SESSÃO PLENÁRIA DE MAIO – PCP/Açores quer aumentar Remuneração Complementar Regional

0
8

O deputado da representação parlamentar do PCP, Aníbal Pires, apresentou, no âmbito da sessão plenária de maio, que está a decorrer na Horta, um Projeto de Decreto Legislativo Regional que visa aumentar a Remuneração Complementar Regional em 10%.

Segundo o líder do PCP, este projeto, vem dar “voz e força legislativa à reivindicação dos trabalhadores da Administração Regional” e “inverter a progressiva desvalorização desta conquista dos trabalhadores açorianos, que não é aumentada há vários anos”.

Segundo informação remetida às redações esta medida, destinada a “minorar as dificuldades dos trabalhadores da Administração Regional com salários mais baixos”, assim como fazer face aos “custos agravados de insularidade”, resultou de uma proposta do PCP, apresentada no ano 2000, mas que nos últimos tempos, no entender do deputado “tem sido progressivamente desvalorizada, em especial por não ser aumentada durante anos consecutivos, não acompanhando assim a inflação”, adianta.

De acordo com Pires, esta medida “apesar de não conseguir compensar as enormes quebras no poder de compra dos trabalhadores da administração pública, tem permitido minorar algumas das dificuldades sentidas por estes”, em resultado das políticas preconizadas pelos sucessivos Governos da República, “através de aumentos salariais sempre abaixo do valor da inflação real ou do puro e simples congelamento salarial, para além do congelamento da progressão nas carreiras”, refere.

Neste sentido, o PCP considera que é “necessário revalorizar os trabalhadores da administração pública, que foram vítimas de ataques brutais por parte do anterior Governo da Repúblicae que têm visto degradar-se drasticamente o seu poder de compra e as suas condições de vida”.

Para o coordenador do PCP “o aumento da Remuneração Complementar é uma componente importante dessa revalorização justa e necessária”, termina. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO