SESSÃO PLENÁRIA DE MARÇO – Proposta do Bloco de Esquerda põem em causa “postos de trabalho” acusa Lúcio Rodrigues

0
5

Na sequência de uma proposta do Bloco de Esquerda (BE), apresentada no Parlamento açoriano esta semana na Horta com vista a restringir o financiamento a estabelecimentos de ensino particular, cooperativo e solidário, o deputado faialense Lúcio Rodrigues, do PS considerou a mesma como uma “ameaça a postos de trabalho”.

Lúcio Rodrigues defendeu a este respeito que “para o PS, a questão do emprego é muito importante” e por este motivo, reforça que a proposta do BE “não só limitaria a abertura de escolas privadas, mas essencialmente iria restringir financeiramente as escolas particulares que já existem na Região”.

No entender do deputado socialista, o BE mostrou uma “incoerência que lhe é própria”, alegando que este partido “por vezes defende que o Governo dos Açores deve apoiar mais as instituições particulares de solidariedade social e misericórdias para que possam servir melhor as populações e gerar postos de trabalho” e, agora com esta proposta “ataca estas mesmas instituições, procurando criar barreiras ao seu financiamento”.

“O ensino público de qualidade e tendencialmente gratuito é, para o Partido Socialista, uma bandeira. Mas entendemos que na Região, o ensino particular, cooperativo e solidário tem prestado um bom serviço e tem gerado postos de trabalho qualificado que, para o PS, são muito importantes e não devem ser atacados”, reforçou o deputado.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO