Sessão Plenária de Setembro – Governo dos Açores já está a executar recomendações para melhoria da Rede de Cuidados Continuados Integrados, afirma Andreia Cardoso

0
11
DR

A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou hoje, na Horta, que o Governo dos Açores será “diligente na implementação das recomendações” resultantes do relatório da Comissão Eventual de Inquérito aos Cuidados Continuados Integrados, salientando que “algumas delas já estão em plena execução e outras com ações já definidas”.

“O Governo dos Açores reafirma que não tolerou, não tolera, nem tolerará situações que ponham em causa a dignidade dos utentes de instituições que desenvolvem a sua atividade na área social, sejam eles jovens, crianças ou idosos, de forma muito especial nos casos em que esses utentes se encontrem numa situação de maior debilidade ou de maior fragilidade”, frisou Andreia Cardoso falava na Assembleia Legislativa, no âmbito da apresentação e discussão do Relatório da Comissão Eventual de Inquérito à Rede de Cuidados Continuados Integrados da Região.

Segundo a governante, o relatório permite concluir que o Governo dos Açores “encarou este processo como uma forma de identificar os principais constrangimentos em termos do funcionamento das estruturas que compõe a rede de cuidados continuados e, sobretudo, como um momento de sinalizar as oportunidades melhoria”.

“O relatório reflete que o Governo encetou um conjunto de diligências com vista ao cabal apuramento dos factos constantes da reportagem naquilo que são competências próprias da administração regional, mas também prestando colaboração às entidades judiciais em aspetos reservados à esfera de atuação destas últimas”, salientou Andreia Cardoso.

A Secretária Regional referiu terem sido realizadas diversas reuniões com as equipas e instituições, assim como efetuadas visitas às Unidades de Cuidados Continuados Integrados para conhecimento dos doentes, auscultação dos seus dirigentes e profissionais com vista à reorganização do funcionamento, tendo em vista a melhoria da qualidade da prestação de cuidados.

“Dedicamos especial atenção a um conjunto de aspetos fundamentais para garantir a acessibilidade e qualidade dos cuidados, designadamente implementar um Sistema de Informação da RCCI, definir o Modelo de Monitorização e Avaliação e avançar com um programa de formação aos trabalhadores da RRCCI”, adiantou.

Andreia Cardoso destacou a plataforma com informação da RRCCI, por permitir o acompanhamento e monitorização por parte da Equipa de Coordenação Regional de todo o seu funcionamento.

“Com base neste sistema, já foi possível disponibilizar no site da RRCCI informação estatística relativa ao funcionamento da rede durante o primeiro semestre de 2019”, afirmou.

No que diz respeito à definição do modelo de monitorização e avaliação, a governante disse que o modelo de grelha está a ser preparado pela Equipa de Coordenação Regional, conjuntamente com as secretarias regionais da Solidariedade Social e da Saúde.

“Continuaremos a acompanhar de perto, mas acima de tudo, a trabalhar em conjunto para que a Rede Regional de Cuidados Continuados Integrados da Região seja uma rede sólida e de confiança para todos os utentes, seus familiares e população em geral, garantindo sempre um serviço de qualidade a quem dele necessita”, assegurou Andreia Cardoso.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO