Socialistas do Triângulo apontam dedo a Duarte Freitas

0
8

Os secretariados do Partido Socialista (PS) do Faial, Pico e São Jorge insurgiram-se contra os comentários de Duarte Freitas proferidos recentemente a respeito do processo de reconstrução que as três ilhas foram alvo após o sismo de 1998 que sinistrou as três ilhas.

Segundo Duarte Freitas afirmou em declarações à RDP/Açores a lei que orientou os apoios às vítimas do sismo foi “um mau exemplo” para a região, acrescendo-se acusações de que tinha sido mais uma prova do Governo dos Açores liderados pelo PS querem “mandar em tudo”.

Estas declarações caíram mal aos socialistas do Triângulo, não perdendo tempo em emitir um comunicado a considerar as palavras do líder social democrata “infelizes” e “reveladoras” da fórmula utilizado por Freitas para “fazer política”.

Os três secretariados lembram que “o processo que hoje é tão criticado pelo deputado Freitas não só foi aprovado pelo PSD/Açores na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, como, aliás, o próprio PSD/Açores apresentou, inclusivamente, propostas que não só aumentavam a intervenção da região no processo de reconstrução como oneravam significativamente o Orçamento da Região”.

De forma perentória o PS do Faial, Pico e São Jorge criticaram as afirmações revestidas, no seu entender, de “uma tremenda falta de sentido política e uma enorme irresponsabilidade, na medida em que não têm sequer em consideração a irrepreensível solidariedade e o notável trabalho que os açorianos, no seu conjunto, desenvolveram, mais uma vez, para acudir e resolver os avultados prejuízos provocados em 1998 por esta calamidade”

No comunicado os socialistas exigem, por fim, que Duarte Freitas peça “desculpa aos faialenses, picarotos e jorgenses”.


O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO