SOS Amamentação promove “A amamentação é amiga do ambiente”

0
10

g Integrada na Semana Europeia  da Prevenção de Resíduos, o Núcleo do Faial da Associação SOS Amamentação vai promover uma ação denominada “A Amamentação é amiga do Ambiente!”.

Esta acção decorrerá na próxima terça-feira, dia 19 de novembro, e tem como propósito evitar e reduzir a produção de resíduos na origem, na Casa de Infância de Santo António- (CISA). 

De acordo com as responsáveis pela Associação, esta ação enquadra-se nas comemorações da Semana Europeia da Prevenção dos Resíduos porque “o leite materno é um produto natural e renovável e amamentar é um ato natural e ecológico. Ao promover-se a amamentação está-se a evitar quer o desperdício de recursos naturais (água, energia, etc.) quer a produção de resíduos e de poluição e assim se protege o ambiente. O leite materno é um produto vivo e único, cada mulher pode produzir o leite adequado para o seu filho e pode administrá-lo sem necessidade de embalagem ou de transporte, reduzindo-se ainda os gastos em cuidados de saúde. O leite materno é grátis e é o melhor exemplo de como a humanidade pode manter-se a si própria (no início de vida de cada ser humano), pois é o melhor alimento para o desenvolvimento saudável das crianças.”

Assim sendo, o  Núcleo do Faial da Associação SOS Amamentação irá realizar uma sessão para a turma do 2.º ano do 1.º ciclo (alunos com 6 e 7 anos) da CISA que consistirá na apresentação de power point e visualização de pequenos filmes com informação sobre o tema: “amamentar é um ato natural e ecológico e suas vantagens, incluindo para o ambiente: não consome recursos, não produz resíduos, não polui”. 

Para além das explicações teóricas haverá ainda um momento de interação  dos alunos com bonecas de pano que amamentam para validar os conhecimentos adquiridos e promover atitudes favoráveis à amamentação.

Paralelamente serão realizados pelos alunos dois cartazes, com reutilização de resíduos, sobre as vantagens da amamentação para o ambiente que serão afixados na CISA e em outros locais públicos da nossa cidade.

Em conversa com o Tribuna das Ilhas, Margarida Costa do SOS Amamentação afirmou que  esta ação é original e inovadora uma vez que “é a primeira vez que se promove o leite materno como um produto natural, renovável, único, grátis e o melhor alimento para o desenvolvimento saudável das crianças. Cada mulher pode produzir todos os dias o leite adequado para a etapa de desenvolvimento inicial do seu filho e pode administrá-lo sem necessidade de embalagem ou de transporte.”

 “Promover a amamentação como um ato ecológico e em harmonia com a Natureza e como uma forma de alimentar sem impactos negativos no ambiente uma vez que evita quer o desperdício de recursos naturais quer a produção de resíduos” – adiantou. 

Leia a reportagem completa na edição impressa de Tribuna das Ilhas. À venda no seu quiosque habitual.

 

 

 

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO