Soturim não compareceu na audiência de partes sobre encerramento do Hotel Horta

0
23

Estava previsto realizar-se, ontem no Tribunal da Horta, uma audiência de partes do processo judicial sobre o encerramento do Hotel Horta.

 “É do conhecimento público que o hotel encerrou a 31 de maio. Durante o processo fizeram diligências junto dos trabalhadores para ver se chegavam a acordo querendo só pagar cinquenta por cento da indemnização a que os trabalhadores tinham direito”, explicou João Decq Motta, responsável pela União de Sindicatos da Horta.

Como nunca se chegou a acordo com a maioria dos trabalhadores, ontem estava previsto realizar-se uma audiência com ambas as partes com o intuito de se chegar a um acordo. No entanto, ninguém da entidade patronal apareceu no tribunal. Devido à falta da administração da Soturim, a audiência foi adiada para o próximo dia 26 de agost, pelas 16h30.

“Este processo, desde o seu início, demonstra má fé por parte da administração do grupo Soturim”, afirmou o responsável pela União de Sindicatos da Horta, salientando que esta empresa “vai fazendo uma série de situações para na prática nunca acabar o processo”.

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO