Terapias Alternativas

0
12

A ansiedade é um mal da nossa sociedade. O Homem construiu mecanismos ao longo do tempo para arruinar a sua saúde, esgotar o seu tempo, desviar-se da beleza e da essência da vida por simplesmente não lhe restar espaço na vida para se deleitar com elas. 

As terapias para combater as ansiedades que, por si só, causam doenças (ou outras doenças se considerarmos o excesso de ansiedade já uma doença), multiplicam-se. Aromoterapia, terapia de som, haloterapia, massagens, feng shui, acupuntura, terapias de som, terapias de cristais e de pedras, terapias de expressão artística, musicais, hemoterapia, fitoterapia, terapias holísticas, muitas são as formas e cada um encontra as mais adequadas para o seu estado e a sua maneira de ser, não devendo deixar de se cuidar a nível médico, porque as terapias alternativas são complementares e não substitutos. 

Se existem terapias património dos nossos antepassados que são passadas de geração em geração (caso dos chás com propriedades anti-inflamatórias, por exemplo), e se algumas pessoas têm uma intuição desenvolvida para o uso e aplicação de determinados conhecimentos terapêuticos, a maioria exige estudo e requer a frequência e aprovação em cursos que também abundam no nosso país – embora nem todos de grande qualidade, como de resto em todas as áreas do saber. 

Lamentavelmente, não é o caso das nossas ilhas, que ainda se retraem um pouco perante o que soa a “mezinha” ou a “cambalacho”. O nosso atraso nesta matéria há-de ser ultrapassado, mas está ainda longe da abertura de mentalidades e do desenvolvimento académico em marcha noutros países europeus em que existem inclusive mestrados e doutoramentos nestas áreas (caso do Reino Unido, insuspeito quanto a pragmatismos), já para não falar do mundo maior do que a Europa. 

O Reiki é uma das terapias complementar que tem por base o uso das energias do campo magnético, ao contrário do que alguns afirmam quando se cingem à sua prática espiritual. Efetivamente pode ser uma prática espiritual, se os seus terapeutas assim a entenderem e empregarem, mas também pode ser uma aplicação dos princípios da física quântica que amplia a conexão entre todos os elementos da natureza e nos dá uma visão abrangente do universo e nos proporciona uma gestão equilibrada do nosso próprio ser.

Ficando-me para já apenas num dos exemplos da aplicação prática do reiki nas nossas vidas, no Hospital de São João, no Porto, está autorizada a aplicação de terapia reiki aos doentes oncológicos em ambulatório, sendo aplicada por enfermeiros com formação nesta terapia, e registando-se resultados nos doentes submetidos a quimioterapia que dizem conseguir aguentar melhor os efeitos secundários, como náuseas e vómitos, e sentir-se menos ansiosos. 

 alziraserpasilva@gmail.com

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO