TSD/Açores – Medidas do Governo da Coligação beneficiam trabalhadores

0
22
DR/PSD
DR/PSD

Os TSD/Açores manifestaram o seu apoio ao Governo Regional, congratulando-se com as medidas que o Executivo da Coligação já levou a cabo em quatro meses, “para benefício dos trabalhadores açorianos”, referem.

Num comunicado emitido após reunião do seu Secretariado Regional, os TSD/Açores, como estrutura autónoma e vocacionada para a defesa dos trabalhadores e do sindicalismo democrático, dizem-se “empenhados em contribuir para o sucesso das políticas de emprego e [que] nunca deixarão de pugnar por esse objetivo, qualquer que seja a estrutura partidária que suporte o Governo Regional”.

Para Joaquim Machado, presidente daquela organização, a solução governativa resultante das eleições regionais de outubro passado “criou justas expetativas nos trabalhadores e estruturas sindicais”.

Desde logo, “pelo propósito evidente de respeitar os direitos dos trabalhadores, a contratação coletiva e o combate à precariedade laboral. Mas também pela inclusão no programa do Governo dos compromissos eleitorais dos partidos que compõem a Coligação”, afirmou.

De acordo com o dirigente social-democrata, a recente alteração dos critérios do regulamento de concurso do pessoal docente, que vai reduzir significativamente a contratação sucessiva de professores, por contrapartida com a sua integração na Administração Pública, “é um significativo contributo para a dignificação do emprego público e a estabilidade dos seus agentes, e isso é motivo de satisfação para os TSD/Açores”, disse.

“Igualmente muito relevante é o acordo de empresa celebrado entre a SATA e o sindicato representativo dos tripulantes da companhia, facto que não acontecia há mais de uma década”, acrescentou aquele responsável.

Por outro lado, refere Joaquim Machado, a proposta de Orçamento entregue no Parlamento “também inscreve uma medida muito importante para os trabalhadores da Administração Pública, concretamente, a atualização do valor da remuneração complementar em 2,5% e dos respetivos escalões, contribuindo decisivamente para a recuperação do seu poder de compra”.

“Comprova-se, assim, que os trabalhadores açorianos estão a beneficiar com a mudança de Governo”, reforçou.

“Mas o sucesso de uma medida não faz baixar a guarda e menos ainda a vontade de resolver os problemas que foram deixados pela governação socialista e bem assim aqueles que o tempo vier a gerar”, considera  o presidente dos TSD/Açores.

Por isso mesmo, “os TSD/Açores exortam o Governo Regional a empenhar-se na resolução de problemas laborais prementes em sintonia com os compromissos eleitorais e as linhas de ação governativa.

“É o caso dos trabalhadores da RIAC, cuja valorização remuneratória é uma questão de absoluta justiça, salvaguardando o interesse dos trabalhadores e a racionalidade da gestão do dinheiro dos contribuintes, naturalmente, com o envolvimento dos sindicatos”, recordou.

Segundo Joaquim Machado, outra prioridade é a contabilização do tempo de serviço dos técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica do Serviço Regional de Saúde, proporcionando-lhes carreiras justas e dignas, concluiu o dirigente.

Na reunião do Secretariado Regional dos TSD/Açores foi decidido manter o adiamento do congresso da organização autónoma até que a situação pandémica na Região propicie condições para reunir cerca de uma centena de participantes, oriundos de várias ilhas do arquipélago.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO