Vasco Cordeiro partilha vitória com Carlos César

0
20

Foi num clima apoteótico que Vasco Cordeiro foi recebido no Teatro Micaelense pelos apoiantes que se juntaram para celebrar a vitória socialista desta noite.

Durante a campanha, o candidato socialista a presidente do Governo Regional usou o lema “renovar com confiança”, no entanto a ligação ao passado é um cordão umbilical que nunca foi cortado por Vasco Cordeiro. Construído à imagem e semelhança de Carlos César, Cordeiro foi escolhido pelo próprio presidente do PS para suceder-lhe à frente dos socialistas nesta corrida. A ligação de Vasco Cordeiro ao líder do partido voltou a ser manifestada na noite da vitória, já que foi Carlos César o primeiro a juntar-se ao grande vencedor da noite.

No discurso de vitória, Vasco Cordeiro quis mesmo citar o se mentor, replicando a frase “que bom é ser açoriano”, por diversas vezes utilizada por César. Outras duas referências das governações anteriores mereceram palavras especiais de Cordeiro nesta noite. Foram elas Sérgio Ávila e José Contente que serão provavelmente membros do novo Governo rosa.

Congratulando-se com o número de partidos que foi a votos nesta eleição, Vasco Cordeiro destacou a “vitalidade da democracia” nos Açores e firmou o “interesse em convocar todos os açorianos” para enfrentar os desafios do futuro, pedindo a colaboração dos restantes partidos e dos parceiros sociais.

Como desafio prioritário para a sua presidência prestes a começar, Vasco Cordeiro elegeu o combate ao desemprego.

Também Carlos César, na qualidade de presidente do PS, manifestou a sua congratulação pela vitória socialista com maioria absoluta. Referindo-se a Vasco Cordeiro como símbolo de uma “liderança rejuvenescida e capaz”, César apelou a que o “sangue novo” ajude a Região neste período de dificuldades.