Vereadores do PSD preocupados com a “grave descapitalização financeira” da autarquia faialense

0
15

O PSD está preocupado com a situação económica da Câmara Municipal da Horta, acusando mesmo a actual vereação socialista de ter “descapitalizado fortemente as contas do município”.

Num comunicado enviado às redacções, os vereadores social-democratas revelam que “não aprovam o relatório e contas da autarquia 2010” e manifestam a sua preocupação “pela situação económica e financeira” da autarquia, já que entendem que o documento revela “resultados de exploração fortemente, e sucessivamente negativa”.

De acordo com a vereação laranja, para além de ter gerado toda esta situação económica a actual vereação socialista “demonstra-se incapaz para resolver os seus problemas financeiros”.

Para justificar a sua preocupação, o PSD elenca alguns exemplos: “os resultados líquidos de exercício que, desde 2007, apresentam valores negativos de um milhão e 827 mil euros (2007); dois milhões 387 mil euros (2008); dois milhões 318 mil euros (2009) e, em 2010, 2 milhões 105 mil euros, sempre negativos, acumulando resultados transitados de anos anteriores -15 603 191 euros – e resultando na diminuição anual dos fundos próprios do município”.

Os vereadores social-democratas referem ainda, que na sequência do relatório das finanças locais de 2009, da vice-presidência do Governo Regional, conclui-se “que a Câmara da Horta apresentou o segundo maior resultado negativo de todas as autarquias dos Açores”.

De acordo com o vereador Fernando Guerra, “os resultados negativos continuados e acumulados são insustentáveis e apenas provam a má gestão tantas vezes denunciada”. “As dívidas directas à banca e a fornecedores atingiram, a 31 de Dezembro do ano passado, mais 9 milhões e 400 mil euros”, acrescenta. De acordo com o vereador, se a estes números forem somadas as dívidas das empresas municipais, estamos a falar de valores que “ultrapassam os 11 milhões e 500 mil euros em falta”.

Perante estas contas, os vereadores laranja concluem que “esta Câmara Socialista está a descapitalizar fortemente as contas do município demonstrando-se incapaz para resolver os seus problemas financeiros”. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO