26 e 27 de abril – Faial recebe Encontro Regional da CPCJ

0
39
DR

DR

O Faial vai acolher o Encontro das Comissões de Proteção de Crianças e Jovens instaladas na Região Autónoma dos Açores.
A iniciativa, como vem sendo hábito, visa promover uma melhor articulação entre os diferentes intervenientes no âmbito do sistema de promoção e proteção.

O Comissariado dos Açores para a infância anunciou que o Encontro das CPCJ da Região Autónoma dos Açores vai decorrer no Faial nos dias 26 e 27 de abril.
O encontro assenta em três patamares de intervenção e como habitualmente, tem como objetivo promover uma melhor articulação entre os diferentes intervenientes no âmbito do sistema de promoção e proteção, conjugando conferências com a apresentação do relatório anual de avaliação da atividade das CPCJ e com um momento de formação.
De salientar que as conferências estarão a cargo de Norberto Martins, da Procuradoria Geral Distrital do Porto que falará sobre a escola e a intervenção de promoção e proteção e de Maria Isabel Dias, socióloga da Universidade do Porto que abordará o tema Conviver com a violência doméstica: Factores de risco e impacto sobre as crianças.
Já no que se refere à componente da formação esta será dinamizada por Dora Pereira, da Universidade da Madeira e centra-se no desenho do plano de intervenção.
O relatório de Avaliação das CPCJ dos Açores em 2017, será apresentado por Fernando Moura, da equipa Técnica do Comissariado e Conceição Mamede Leal, docente do ensino secundário e ex presidente da CPCJ da Horta, fará um comentário sobre este relatório. O debate tem como moderadora Glória Neves Presidente da CPCJ da Horta.
Este encontro integra ainda a construção da Carta de Compromisso de boas práticas das CPCJ dos Açores, que conta com apresentações das 19 CPCJ dos Açores e um momento musical pela inclusão dinamizado por Diogo Garcia, António Botelho e Nuno Carneiro.
No âmbito do Mês de Abril – Mês da Prevenção, Maus Tratos na Infância que está a decorrer, no próximo dia 18 de abril, a Casa Manuel de Arriaga recebe um workshop que conta com as intervenções de Álvaro Laborino Lúcio que abordará o tema “Metodologias da Intervenção para Crianças e Jovens” e de Rogério Roque Amaro que falará sobre “Os desafios de uma organização Social e Solidária”. Ainda neste mês da prevenção dos maus tratos na infância, decorreram outras atividades junto das escolas, nomeadamente a apresentação da História do Laço Azul.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO