António Costa deve contas aos terceirenses sobre o que não fez

0
16
DR

O candidato do PSD/Açores à Assembleia da República, António Ventura, criticou o primeiro ministro e candidato do PS, António Costa, por ter vindo visitar os Açores e a Ilha Terceira “sem prestar contas do que não fez, porque o seu mandato, juntamente com os seus camaradas açorianos, resume-se ao que não fez”, avançou.

As declarações foram feitas junto ao porto comercial da Praia da Vitória, “que António Costa devia ter vindo visitar, uma vez que o Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) previa um investimento de 77 milhões de euros para esta estrutura, onde as grandes obras ainda são aguardadas”, recorda o social democrata.

“É uma questão que saltou de plano em plano”, referiu, sendo que o Governo da República disse, aquando do Orçamento do Estado, “que iria executar o PREIT, mas a  verdade é que não se investiu aqui um único cêntimo”, frisou o candidato.

António Ventura lembrou igualmente que, “a 30 de abril de 2016, foi celebrado um memorando de entendimento entre a Região e a República, em que os dois governos previam candidatar o porto da Praia da Vitória ao Plano Juncker. Mais uma iniciativa que não avançou, e mais uma promessa que não se cumpriu”, criticou o social democrata.

Enquanto deputado na Assembleia da República, o terceirense questionou a Ministra do Mar, “que durante dois anos disse que ia avançar com investimentos, e nos dois anos seguintes disse que afinal não tinha essa responsabilidade”.

“Assim, o porto da Praia da Vitória, que não é apenas um porto da Ilha Terceira, mas é dos Açores e é de Portugal, graças à sua posição geoestratégica, foi esquecido e negligenciado pelos governos do PS”, acusa o social democrata.

“E tudo isso aconteceu com o silêncio dos deputados açorianos do PS, e com o silêncio do governo regional. É mais um exemplo daquilo que anunciaram e não fizeram”, concluiu António Ventura.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO