“Cantando Histórias” na Temporada Cultural 2021

0
15
DR/AC
DR/AC

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura, promove no sábado a emissão do concerto “Cantando Histórias”, através do canal RTP Açores, espetáculo integrado na Temporada Cultural 2021.

O espetáculo será emitido no próximo sábado, 29 de maio, a partir das 20h30, com repetição, no dia seguinte, pelas 18h00, na página de Facebook da DRC, em www.facebook.com/culturacores.

O espetáculo apresenta sete músicas originais compostas por Filipe Fonseca (piano e voz), com letra de Victor Rui Dores, que tecerá breves considerações sobre o processo de criação dos temas “Fado velejador”, “Balada do nosso lar”, “Luz”, “Se um dia gostares de mim”, “Somos todos iguais”, Beijo, logo existo” e “Porto Pim”.

Filipe Fonseca, nascido em Vila Nova de Gaia, em 1969, frequentou a Escola de Música D. Pio X, perfazendo estudos no Ensino Oficial do Conservatório de Música e na Escola de Jazz do Porto.

Este músico, cantor, compositor, orquestrador e produtor musical, frequentou vários cursos e ‘workshops’ de música e produção musical em Portugal, Inglaterra, Espanha e Holanda, tendo já atuado nos casinos de Póvoa de Varzim, Figueira da Foz, Espinho, Vilamoura e Madeira e, durante 12 anos, em várias unidades hoteleiras. Foi músico colaborador do programa “Praça da Alegria”, da RTP e, durante 20 anos, diretor musical do Festival “Novos Talentos”.

Além de integrar vários agrupamentos musicais, foi autor de mais de 50 composições musicais, grande parte das quais com letras de Victor Rui Dores, com quem mantém, há 25 anos, profícua parceria.

Victor Rui Dores, natural de Santa Cruz da Graciosa, nascido em 1958, é licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, sendo atualmente professor na Escola Secundária Manuel de Arriaga, na Horta, onde desenvolve variada atividade cultural, entre ela a escrita de poesia, romance, conto e crónica, a recensão literária, a linguística e a etnomusicologia.

Colabora regularmente nos jornais, na rádio e na televisão locais e da diáspora açoriana e está ligado à atividade teatral como ator e encenador.

Cidadão Honorário da ilha Graciosa, foi, entre 1998 e 2017, o representante da Região no Conselho Nacional de Educação, integrou, em 2015, o Conselho Regional de Cultura, e é, desde 2016, membro da Comissão Científica do Plano Regional de Leitura, tendo-lhe sido atribuída, em 2018, pela Assembleia Legislativa dos Açores, uma Insígnia Autonómica de Reconhecimento.

A Direção Regional da Cultura informa que estes e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal Cultura Açores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO