Carlos Ferreira quer requalificar Escola dos Cedros

0
18
DR/PSD

DR/PSD

O Candidato à Câmara Municipal da Horta (CMH) pela Coligação Acreditar no Faial compromete-se a requalificar a Escola dos Cedros, caso vença as autárquicas de 1 de outubro.

A promessa foi feita no decorrer de uma visita à freguesia dos Cedros, no âmbito das eleições Autárquicas.

Carlos Ferreira, candidato à CMH pela Coligação Acreditar no Faial, considerou a requalificação da Escola dos Cedros como urgente.
Para o candidato “é essencial reforçar, e nalguns casos criar mesmo de raiz, condições para que todas as freguesias tenham atividade diária, tenham movimento e dinamismo, em suma, tenham vida, e a escola é isso mesmo, um núcleo de vida em qualquer comunidade”.
De acordo com o atual Presidente e candidato à Junta de Freguesia dos Cedros, Vitor Vargas, a requalificação da Escola é uma “expectativa legítima e uma reivindicação da comunidade educativa e de toda a freguesia”, dadas as fracas condições das suas estruturas.
Segundo o autarca “o estabelecimento de ensino dos Cedros que serve cerca de 60 alunos, fora docentes e funcionários não docentes, não tem condições para as crianças permanecerem na escola em dias de chuva, brincarem à abrigada ou mesmo estruturas adequadas para a zona de recreio, visto estas terem sido gradualmente retiradas pelo município, mas que nunca substituídas por outras novas”.
Por estas razões, Carlos Ferreira comprometeu-se perante Vitor Vargas a avançar com as obras, caso vença a 1 de outubro e adianta que “a requalificação deverá contemplar a beneficiação do interior das instalações, a criação de sanitários adequados para crianças, a colocação de uma nova cobertura e a criação de condições para atividade física e recreio dos alunos, incluindo a recuperação e melhoria do parque infantil, que apesar dos alertas e por opção consciente do atual executivo da CMH foi deixado de fora dos parques infantis intervencionados”.
O cabeça de lista considera ainda que a “Escola deve ser alvo de investimento urgente e o facto de se tratar de uma freguesia distante da cidade deveria tornar a sua requalificação mais relevante”.
Para o candidato, “Investir em educação é investir no presente e no futuro, é garantir melhores condições a toda a comunidade escolar e contribuir para o êxito do processo formativo, académico e humano, tão importante para o nosso futuro coletivo”. 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO