Casal de emigrantes marienses adquire espólio de Miguel Figueiredo Corte-Real para doar a Vila do Porto

0
169
DR/CMVP

O casal António Chaves e Jean Chaves, naturais da ilha de Santa Maria, empresários de construção civil nos Estados Unidos da América, adquiriram o espólio de Miguel Figueiredo Corte-Real no sentido de o doar ao Município de Vila do Porto.

Esta aquisição vem na sequência da deslocação do Presidente da Câmara Municipal de Vila do Porto, Carlos Rodrigues, ao 9.º convívio mariense nos Estados Unidos da América, do qual o casal nutre grande estima e amizade, sendo os mesmos os anfitriões do Presidente da Câmara Municipal sempre que existe alguma deslocação oficial àquele país.

António Chaves e Jean Chaves tem sido ao longo dos anos beneméritos em diversas obras e eventos locais. Conscientes do facto de que o espólio de Miguel Figueiredo Corte-Real poderia ter uma grande importância e interesse para a ilha de Santa Maria, decidiram adquiri-lo e doá-lo ao Município de Vila do Porto, que ficará com a sua gestão.

Esta pretensão de ter o espólio de Miguel Figueiredo Corte-Real gerido pelo Município não é recente. Várias foram as entidades e individualidades a identificar a importância deste espólio, bem como as tentativas de o adquirir, toda em vão.

Miguel Figueiredo Corte-Real escreveu sobre a história da ilha de Santa Maria, documentada com fotografias inéditas, sendo seu objetivo deixar este espólio em Santa Maria.

Fecha-se, assim, um ciclo para se iniciar outro no qual este espólio será tratado pelos serviços do Município de Vila do Porto de forma a ser colocado à disposição de toda a comunidade mariense.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO