Coligação Acreditar no Faial – Vereadores do PSD na Câmara insistem que governação socialista é culpada pelo mau estado da rede viária na ilha

0
6
DR

Os vereadores da Coligação Acreditar no Faial, num comunicado enviado às redações acusam a Câmara de “ofender a inteligência dos faialenses ao culpar terceiros pelo estado da rede viária após 28 anos de governação socialista”.
A acusação surge em resposta a uma reação do vice-presidente da câmara às declarações proferidas pela Coligação Acreditar no Faial, após uma visita às ruas do Algar, Courelas e Lameiro Grande, na freguesia da Feteira.

Em resposta a um comunicado do Executivo Socialista da Câmara Municipal da Horta, que acusa os vereadores da oposição de “falta de seriedade e lealdade” ao denunciarem o mau estado da rede viária do Faial, os vereadores do PSD eleitos pela coligação Acreditar no Faial, criticam “a postura prepotente e antidemocrática assumida pela maioria socialista perante a oposição na autarquia e o executivo da Junta de Freguesia da Feteira”.
No entender dos vereadores desta força política em democracia deve ser “respeitada a oposição, bem como os órgãos de todas as autarquias locais, independentemente da cor partidária”. Para Carlos Ferreira, Sandra Goulart e Estevão Gomes este é um “princípio nuclear com o qual a maioria socialista na Câmara Municipal da Horta não consegue conviver, atacando todos os que ousam questionar a governação ou defender ideias diferentes”, consideram.
“É também por esta postura antidemocrática e de ataque ao livre pensamento, à discussão de novas ideias e ao empreendedorismo privado, que ao fim de 28 anos de governação, o Faial perdeu influência no todo regional, perdeu capacidade de desenvolvimento e perdeu infraestruturas importantes, com a cumplicidade daqueles que, nesta ilha, se preocupam mais com os seus próprios interesses do que em lutar pelo desenvolvimento coletivo”, defendem.
No que se refere ao estado das estradas, a Coligação adianta que basta comparar a rede viária da ilha “com outras ilhas bem próximas para se perceber o que foi feito por outras autarquias, e o que não foi feito nesta ilha”.
No que respeita ao atual quadro comunitário de apoio, a Coligação Acreditar no Faial avança que “não se conhece qualquer palavra na altura em que foi negociado, quer da autarquia, quer da Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores, de que o Presidente da Câmara da Horta era na altura vice-presidente. Aliás, do conhecimento público foram os elogios do Presidente do Governo Regional dos Açores a essa mesma negociação”, recorda.
Para esta força partidária, com esta postura “a maioria socialista que governa a Câmara Municipal da Horta há 28 anos ofende a inteligência dos faialenses ao culpar terceiros pelo estado da rede viária”, acrescentando a este respeito que “os faialenses começam a perceber que, quando este executivo é incapaz e inerte, preocupa-se mais em arranjar culpados do que soluções”.
“Remeter a origem de todos os nossos problemas para o anterior Governo da República, começa a ser uma estratégia gasta”, considera a Coligação, registando que “o executivo camarário que há quase três décadas é dominado pelo PS/Faial e que se escuda em quatro anos de Governo PSD/CDS, é sem dúvida um executivo que pensa mais na ‘batalha politica’ do que nas soluções para os problemas e no futuro desta ilha”, concluem.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO