Diversidade agrícola

0
20
TI
TI

Gaspar Frutuoso foi um cronista que, no século XVI, produziu uma obra que ainda hoje pode ser considerada de referência para o entendimento da paisagem das ilhas macaronésicas, tendo como principal foco os arquipélagos dos Açores e da Madeira. Quando estava a fazer o doutoramento dediquei-me à leitura dos três volumes que dizem respeito aos Açores com o objetivo inicial de pesquisar todas as referências à vegetação natural presente em cada uma das ilhas no início do povoamento. No entanto, não pude deixar de me deliciar com as vividas descrições da paisagem, história e costumes da época, com o apurado espírito de observação e sentido crítico deste escritor que se inscreve no movimento renascentista da época, e com aquilo que talvez se possa já chamar alguma sensibilidade para as questões atualmente denominadas ecológicas, como a necessidade de preservação do solo e da água, assim como da vegetação natural.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO