Festa do Mundo Rural “enaltece o sector agrícola açoriano”

0
11

Arrancou ontem, no Parque de Exposições da Ilha do Faial, a Festa do Mundo Rural 2010, que se prolonga até domingo.

Na abertura do certame, o presidente da Câmara Municipal da Horta chegou o recinto de charrete, acompanhado pelo secretário regional da Agricultura e Florestas, Noé Rodrigues. A escoltá-los, cavaleiros faialenses mostraram ao público alguns dos mais belos exemplares equinos da Coudelaria do Faial.

Referindo-se a esta Festa do Mundo Rural, que se tornou uma realização anual na ilha do Faial, Noé Rodrigues felicitou todos os organizadores e intervenientes, garantindo que este certame “enaltece o sector agrícola açoriano”. Para o governante, esta montra é simultaneamente “o reconhecimento do mérito da agricultura do Faial”, e a valorização dos seus produtos.

O actual cenário de crise económica também esteve presente nas palavras do secretário regional da Agricultura e Florestas, que salientou que, nesta altura de dificuldades, o sector agrícola afirma especialmente a sua importância na economia açoriana: “olhamos para a nossa agricultura e vemos nela aquele sector que é exportador na Região, que cria riqueza, que é mais dinâmico, onde mais se investe, que resiste perante todas as dificuldades”, frisou, referindo mesmo que a agricultura constitui a “pedra angular” do desenvolvimento económico e social dos Açores.

Nesse sentido, Noé Rodrigues reforçou a necessidade do Governo Regional, os agricultores e as suas organizações “continuarem a trilhar o caminho até agora percorrido, juntos para fazerem mais e melhor pela agricultura e para promover a dinâmica económica e social dos Açores”.

Antes de Noé Rodrigues, também João Castro se referiu às dificuldades que marcam os tempos actuais. O presidente da CMH pediu realismo perante este cenário, no entanto apelou ao “desenvolvimento de novas capacidades de inovação, diversificação, interacção e comunicação, numa aposta de qualidade”.” Acreditamos que a Festa do Mundo Rural pode ser um bom caminho e um bom exemplo das apostas que têm sido feitas e que devem ser continuadas neste sector”, frisou.

O autarca destacou ainda a importância das parcerias, felicitando todos os parceiros que intervieram nesta organização, dando enfoque à Câmara do Comércio e Indústria da Horta que, nas palavras de Castro, trabalha “de mangas arregaçadas e sem derrotismos fáceis”.

João Castro destacou ainda a dinâmica criada no Parque de Exposições, que este ano recebe três eventos de considerável dimensão, já que, para além desta Festa do Mundo Rural, acolheu a Feira da Construção Civil e vai receber um festival de Bandas. Para o autarca, esta dinâmica significa que está a atingir-se regularidade na utilização daquele espaço, objectivo que norteou os investimentos ali feitos recentemente.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO