Gestão de dor crónica abordada a 20 de abril no Hospital da Horta

0
9

O Hospital da Horta vai receber a 20 de abril um curso de gestão da dor crónica, dirigido aos profissionais de saúde. Esta é uma das três iniciativas tomadas pelo Governo regional, através da direção regional da Saúde dos Açores, no âmbito do Plano Regional de Saúde 2014-2016, e com o apoio da Fundação Grünenthal.

“A aposta na formação dos nossos profissionais de saúde tem sido uma prioridade do Governo, desde 2009, de forma a colmatar o impacto negativo da dor crónica, que afeta mais de 35 por cento dos açorianos. Ao combater este flagelo, melhorando o diagnóstico precoce e o tratamento atempado, estamos a contribuir para aumentar a produtividade da nossa população e para diminuir o absentismo relacionado com a dor crónica, ao mesmo tempo que há uma melhoria da qualidade de vida”, explicou Maria Flor de Lima, coordenadora do Programa Regional de Controlo da Dor (PRCD).

Esta doença é caraterizada por uma dor persistente que, se não for devidamente tratada, afeta a qualidade de vida dos doentes e famílias. Segundo um estudo feito pela Faculdade de Medicina do Porto cerca de 35% da população dos Açores sofre de dor crónica.

De 2009 a 2013 já tinham sido realizados cursos sobre gestão da dor crónica nos três hospitais regionais e nos 15 centros de saúde, estando agora de volta estes cursos enquanto parte do plano de atuação do PRCD.

O primeiro curso vai decorrer a 9 de abril no Hospital do Divino Espírito Santo, em São Miguel, e o último dos três a 21 de abril no Hospital de Santo Espírito, na ilha Terceira.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO