Início Notícias Local “O Caminhante” em 2500 subidas ao Piquinho

“O Caminhante” em 2500 subidas ao Piquinho

0
93
DR/MiratecArts
DR/MiratecArts
O Piquinho do Pico é o ponto mais alto de Portugal. Renato Goulart é o guia de montanha que comemorou a sua subida 2500.  “O Caminhante” é a música do compositor Rafael Carvalho, escrita a propósito deste marco. E, a MiratecArts celebra nesta sétima edição do Montanha Pico Festival esta sinergia entre a natureza e a arte, ou mais em concreto, entre a montanha e a música. 
 
Inspirado pelas 2500 subidas ao ponto mais alto de Portugal, o compositor, músico e virtuoso da viola da terra, Rafael Carvalho, compôs a música O CAMINHANTE. O vídeo estreia pelas 18h hoje sexta-feira, 29 de janeiro, no facebook da MiratecArts, na programação do Montanha Pico Festival, neste dia em que também é de aniversário do mais extrovertido guia da montanha, Renato Goulart. A música estreia no programa da manhã na Antena 1 Açores, Inter Ilhas com Sidónio Bettencourt.
 
“Compus a música com 3 andamentos baseada na minha experiência de subida da Montanha do Pico há uma dúzia de anos” explica Rafael Carvalho. “A primeira parte é lenta, é a subida inicial, onde ainda estamos a despertar, onde queremos fotografar tudo, registar todos os momentos, e termina com um pequeno momento de descanso para reforçar energias.  A segunda parte é mais rápida e vai sempre acelerando. Quanto mais perto estamos do topo mais depressa queremos andar. Assim é, também, a melodia da música, cada vez mais rápida e cada vez subindo mais na escala da viola, ficando mais aguda. A terceira parte acontece depois de se chegar ao cimo da Montanha, ao Piquinho. Aí, é a contemplação. Aqui o mundo para, certamente. É um momento de reflexão e introspeção pessoal.”
 
Com a estreia desta nova composição, a MiratecArts assim parabeniza este homem da montanha, que é colaborador da associação desde o dia que fez a doação das suas famosas botas para o projeto de pintura de calçado, uma instalação efémera que durou 3 anos no Jardim dos Maroiços, na Madalena. Desde então, Renato Goulart tem feito parte da entidade cultural, incluindo a colocação da Deusa dos Sorrisos, a escultura que se encontra no Piquinho do Pico, e sendo a força por detrás do filme 2351 de Pedro Canavilhas, que o festival Montanha estreou há 2 anos, e está prestes a ser apresentado na RTP. www.mirateca.com 

SEM COMENTÁRIOS

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO