Governo quer integração do Conservatório na Escola Básica da Horta já no próximo ano lectivo

0
42

 Na última reunião de Câmara a maioria socialista apresentou um voto onde recomenda ao Governo dos Açores que adie a integração do Conservatório Regional da Horta na Escola Básica Integrada, pelo menos até às obras de remodelação daquele estabelecimento de ensino.

Os autarcas socialistas lembram que o Conservatório foi obrigado a mudar de casa recentemente, para que o anterior edifício passasse a servir a Assembleia Regional, e consideram que as “alterações sucessivas em nada contribuem” para o sucesso escolar dos alunos daquele pólo de ensino artístico.

Tendo em conta que neste momento o Conservatório Regional da Horta possui condições para funcionar no espaço e nos moldes em que até agora funcionou, bem como a proximidade das obras de remodelação da Escola Básica António José de Ávila, o executivo camarário solicita ao Governo Regional que adie a decisão da integração até “que estejam reunidas as condições físicas adequadas para o efeito”.

Os autarcas socialistas lembram também que a integração do Conservatório de Angra no ensino regular só se deu após a criação de condições físicas adequadas para o efeito, sendo também esse o critério a utilizar em Ponta Delgada, onde a integração aguarda a construção da nova escola básica integrada, por isso pedem igualdade de critérios em relação à Horta.

No entanto, a directora regional da Educação e Formação já fez saber que a integração acontecerá já no próximo ano lectivo. Ao Tribuna das Ilhas, Graça Teixeira explicou que é precisamente o avanço do projecto de remodelação da Escola Básica Integrada uma das razões que leva a que a integração avance já. É que, segundo a directora regional, será criada uma Comissão Executiva Instaladora para acompanhar as obras de beneficiação das instalações da Escola Básica Integrada, comissão essa que deve reunir representantes tanto do ensino artístico como do ensino regular.

Em relação às recomendações da autarquia faialense, à data em que foi contactada pelo Tribuna das Ilhas Graça Teixeira não tinha ainda conhecimento formal das mesmas, no entanto garante que o processo de acordo com o qual está a ser conduzida a integração do Conservatório Regional da Horta na Escola Básica Integrada é em tudo idêntico ao que aconteceu na Terceira, com a integração do Conservatório de Angra na Escola Tomás de Borba. A directora regional explica que o que se pretende é apenas garantir uma gestão única das duas escolas, que já partilham o mesmo espaço físico. A especificidade pedagógica do ensino artístico continua, segundo Graça Teixeira, assegurada.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!