Governo Regional acolhe Cerimónia Nacional do Programa “Chave Verde” no Centro de Monitorização e Investigação das Furnas

0
28
blank

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, presidiu
hoje à cerimónia nacional do programa “Chave Verde”, um galardão de
reconhecimento internacional que premeia e fomenta a prática do turismo sustentável,
que teve lugar no Centro de Monitorização e Investigação das Furnas.

Para Alonso Miguel, “é com enorme satisfação que a Região acolhe, aqui no belo
concelho da Povoação, a 15.ª edição desta prestigiada cerimónia”.

O programa “Chave Verde” é um galardão de grande relevância, da responsabilidade
da Foundation for Environmental Education (FEE), implementado em Portugal pela
Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), que pretende reconhecer os
estabelecimentos e empreendimentos turísticos que incluem boas práticas ambientais
e sociais na sua gestão diária, contribuindo para a preservação e valorização do
património natural, promovendo, paralelamente, ações de educação ambiental para a
sustentabilidade, que constituem, na realidade, objetivos estratégicos do Governo
Regional do Açores.

O governante aproveitou a oportunidade para saudar e congratular todos os
galardoados e agradecer “o empenho e o prestimoso contributo para o
desenvolvimento sustentável da nossa sociedade”.

Este ano o programa galardoou 196 estabelecimentos turísticos, dos quais 16 na
Região Autónoma dos Açores, 35 na Região Centro, 25 em Lisboa e Vale do Tejo, 24
no Algarve, 8 no Alentejo, 40 na Região Norte e 48 na Região Autónoma da Madeira.
O Secretário Regional lembrou as zonas classificadas e reconhecimentos atribuídos à
Região, e o empenho deste executivo na promoção do conhecimento e valorização de
áreas protegidas, habitat, geossítios e outros elementos de interesse ambiental,
nomeadamente através da Rede de Centros de Interpretação Ambiental e de Trilhos
Pedestres.

“Este património extraordinário, e também extremamente frágil, afirma-se cada vez
mais como um importante produto turístico, bem como uma relevante ferramenta pedagógica, disponível para os estabelecimentos
de ensino, visitantes e comunidade residente”, referiu o governante, lembrando o
empenho constante desta Secretaria Regional na sua proteção e valorização.

Nos Açores, o Governo Regional e a ABAE têm cooperado em diversos programas de
sensibilização fundamentais para o desenvolvimento sustentável para além do Chave
Verde, como o Eco-Escolas, Jovens Repórteres para o Ambiente, EcoCampus,
ECOXXI e a Bandeira Azul, que fomentam a cidadania ativa, a sensibilização e a
educação ambiental, as boas práticas ambientais, o envolvimento e a participação de
entidades públicas e privadas.

Nesta ocasião, foi também renovada a parceria entre a Associação Bandeira Azul da
Europa, representada pelo presidente, José Archer, e a Secretaria Regional do
Ambiente e Alterações Climáticas, através da assinatura do protocolo de cooperação,
reforçando o envolvimento de ambas as entidades nesta missão de proteção do
ambiente, nomeadamente “do extraordinário património natural dos Açores e de
Portugal, que muito nos orgulha e que temos obrigação de preservar e de transmitir às
gerações futuras”, conclui Alonso Miguel.