Governo Regional apropria-se de apoio de 10 cêntimos/litro no gasóleo agrícola

0
17
blank

Patrícia Miranda considerou “ultrajante” e criticou o “descaramento do Presidente do Governo Regional, José Manuel Bolieiro”, por ter anunciado um apoio de 10 cêntimos por litro de gasóleo agrícola na abertura do VIII Concurso Micaelense de Holstein Frísia de Outono, no pavilhão da Associação Agrícola de São Miguel, dando a entender “tratar-se de um apoio do Governo Regional dos Açores”.

A deputada do PS reagia assim às declarações do Presidente do Governo, frisando este apoio anunciado pelo Presidente do Governo “corresponde ao Decreto-Lei n.º 79/2022, de 23 de novembro, que estabeleceu um apoio extraordinário para mitigação do aumento dos preços do combustível no setor Agrícola”.

“Isto é um apoio a nível nacional e o PS entende que é profundamente lamentável que o próprio Presidente do Governo, numa ocasião tão distinta, tenha optado por divulgar este apoio, sem realçar de onde é que ele vem, dando a entender que é uma medida do Governo dos Açores quando, de facto, não o é”, sublinhou a parlamentar.

Realçando a “ausência de medidas da parte do Governo Regional”, Patrícia Miranda recordou que o Partido Socialista dos Açores já apresentou um pacote de medidas urgentes de apoio às famílias e empresas açorianas, a adotar ainda em 2022, entre as quais se previa a redução de preço de 10 cêntimos por litro, no gasóleo agrícola e pescas.

“O Governo decidiu, basicamente, ignorar os contributos do PS. Mas mesmo assim apresentámos um Plano de Emergência Social e Económica, enquanto alteração da Proposta de Plano de investimentos para 2023, uma proposta chumbada pela coligação do PSD-CDS-PPM, bem como pela Iniciativa Liberal, Chega e PAN”, lembrou.

Patrícia Miranda saudou o Governo da República por avançar com este apoio de 10 cêntimos/litro de gasóleo, que irá abranger todos os agricultores do país e, naturalmente, os Agricultores Açorianos, desafiando o Governo Regional a “chegar-se à frente também” e a “criar medidas próprias que ajudem os Agricultores Açorianos, complementando os apoios nacionais, decididos pelo Governo da República”.

“O Presidente do Governo procurou iludir os Agricultores Açorianos. Isso é inaceitável, não é sério e não é isso que se espera de um Presidente do Governo. O que se espera é que tenha uma ideia para o setor, que defina políticas e que defina objetivos, que saiba criar mecanismos que ajudem a nossa Agricultura neste momento de tremenda inflação que atravessamos”, finalizou a deputada do GPPS, Patrícia Miranda.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!