Grupo Parlamentar do PS reuniu com Carlos Morais

0
18

Cinco deputados do grupo parlamentar do Partido Socialista (PS) reuniram com a nova direção da Câmara do Comércio e Indústria da Horta (CCIH) na ilha do Faial, dia 18,  demonstrando disponibilidade de cooperação e auscultando os principais desafios para o mandato.

Em declarações após o encontro, Carlos Morais lembrou as preocupações de futuro relativas ao financiamento da instituição, declarando “embora a casa seja do Governo e esteja cedida à CCIH, temos que ver se neste novo quadro comunitário conseguimos encaixar as obras de beneficiação da própria sede”.

Perante o novo quadro de financiamento europeu 2020, o novo presidente da CCIH espera que os comerciantes usufruam deste instrumento para se “modernizarem e se tornarem mais competitivos no futuro”.

Morais afirmou, quanto à reunião com Lúcio Rodrigues, Berto Messias, Francisco César, Miguel Costa e Arlinda Nunes, existir “abertura total da parte do grupo parlamentar para irmos conversando sobre as matérias que nos preocupam futuramente, num diálogo sempre aberto, cada um com as suas ideias,  e trabalhar em conjunto”.

A nova direção desloca-se às Flores e Corvo, ilhas sobre jurisdição da CCIH, nos dias 22 e 23 de junho com objetivo de promover uma aproximação entre estas ilhas e organismo e “sensibilizá-los do quão importante é serem associados da câmara do comércio” e demonstrarem que estão “ao lado deles para os apoiar, através de protocolos ou disponibilização de técnicos para aproveitar oportunidades do novo quadro”, revelou ainda o presidente.

Em balanço da reunião o deputado Lúcio Rodrigues apontou a dinamização da economia e a criação de emprego como principais desafios, bem como o novo panorama turístico nos Açores.

No entender o deputado faialense importa “dar mais formação no setor do turismo e captar mais nichos de mercado”, dando assim resposta ao aumento de atividade turística que se verificou nos últimos meses na região, pelo menos em algumas ilhas.

“As câmaras do comércio dos Açores são parceiros fundamentais, a par de outras instituições privadas. Estamos interessados no bem comum, ninguém conseguirá levar os seus objetivos individualizadamente”, frisou Rodrigues.

Relativamente à visita da direção às ilhas do grupo Ocidental, o deputado entende como positivas a “aproximação dos seus núcleos” e o anseio de dinamização de todas as ilhas que se encontram na área de abrangência da CCIH.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!