Hospital da Horta: Quo vadis?

0
133
TI

Apesar do inegável bom desempenho e evolução do HH nestes últimos anos, muito mais poderia ter sido feito, o que não é fácil num sistema público. E, independentemente das melhorias que venham a ocorrer nas instalações e equipamentos ou no reforço de colaboradores, o mais importante está por alcançar: a qualidade do atendimento, a excelência da prestação de serviços clínicos e a melhoria dos processos de gestão que elevem ainda mais a eficiência do hospital. Qualquer um destes aspectos depende sobretudo da forma de ser e de estar dos profissionais, da maneira como olham para o serviço público, para os utentes e para instituição, qualquer que seja a liderança. Infelizmente nem todos terão um espírito de missão na defesa da coisa pública e alguns insistem e insistirão sempre em interpor, voluntária ou involuntariamente, os doentes entre as suas guerrilhas pessoais e institucionais.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO