Investimento de mais de 800 mil euros em ‘startups’ açorianas

0
6
DR

O Vice-Presidente do Governo afirmou que a política de investimentos em ‘startups’ com sede na Região através de entidades especializadas em capital de risco “demonstra que o ecossistema empreendedor dos Açores e os empreendedores açorianos têm vindo a crescer e a aproveitar os novos instrumentos financeiros disponíveis”.

“É fundamental para captarmos investimento nos dias de hoje a alavancagem do capital de risco nas ‘startups’ porque a economia mundial está a mudar, o que nos obriga a adaptar”, afirmou Sérgio Ávila, acrescentando que “a postura do Governo será sempre a de apoiar os empreendedores e investir em projetos de valor acrescentado para a Região”.

O Governo dos Açores tem como um dos seus principais desígnios estratégicos o reforço da competitividade e a renovação do tecido empresarial da Região, através da criação, implementação e desenvolvimento de medidas concretas.

Nesse sentido, o Fundo Azores Ventures, que conta com a participação do Governo Regional, tem como objetivo colmatar a falha de mercado para os Açores na dinamização de projetos de inovação e empreendedorismo, bem como fomentar a criação de empresas nos Açores.

O Fundo Azores Ventures, criado pela Vice-Presidência do Governo, em parceria com a Portugal Ventures, que é a entidade gestora, e a SDEA – Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, tinha investido, desde a sua criação, em duas novas ‘startups’, às quais se somam os investimentos na Cereal Games e na Yara Pets.

“Desejo a ambas as empresas participadas um enorme sucesso e que continuem a trabalhar e a aproveitar as condições favoráveis ao desenvolvimento de negócios que conseguimos criar nos Açores”, afirmou Sérgio Ávila.

A Portugal Ventures reforçou igualmente o seu portfolio no setor mais dinâmico da economia nacional, o turismo, com o investimento na Azores Touch, através do fundo Turismo Crescimento.

Este investimento, segundo Sérgio Ávila, é também o reflexo do aumento dos indicadores de procura dos Açores como destino turístico, potenciando o surgimento de mais projetos inovadores nesta área.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO