Jardim Botânico reabre ao público domingo

0
9

O Jardim Botânico do Faial reabre Domingo, dia 22, após seis meses de obras, quando se assinala o Dia Internacional da Biodiversidade, com várias actividades ao longo da tarde, nomeadamente, visitas guiadas, prova de chás, apresentação do filme promocional do Parque Natural do Faial e apresentação da página Sentir e Interpretar os Açores.

A estrutura é considerada fundamental na estratégia do Governo Regional na conservação da flora natural dos Açores. A colecção viva e o banco de sementes permitem a conservação da flora dos Açores permitindo, a longo prazo, preservar um mundo natural reconhecido internacionalmente.

A área de intervenção desta obra totaliza cerca de 8.100 metros quadrados (m2) e inclui 5.700 m2 de jardim existente e 2.400 m2 de ampliação. Este projecto teve como objectivos a recuperação do Jardim Botânico, dotando-o de uma maior capacidade de recepção do público, aumentando a sua qualidade paisagística e valorizando a sua colecção botânica.

A área de ampliação é um novo espaço, com as herbáceas endémicas dos Açores e respectivos habitats, aumentando, desta forma, a conservação ex-situ de espécies raras dos Açores.

Em 2003, foi criado o Banco de Sementes, através de um projecto Interreg, permitindo conservar as espécies de plantas mais raras dos Açores. Em 2007, foi construído o Centro de Visitantes, dotando o Jardim Botânico de um herbário, um auditório, biblioteca, sala de exposições e de um bar onde são servidas infusões de plantas do jardim. Em 2010, foi construído um orquidário para albergar a colecção de orquídeas de uma importante colecção particular faialense.

Ao longo dos últimos séculos, os Jardins Botânicos no mundo inteiro desempenharam funções consideradas essenciais, sobretudo no que concerne a aclimatação das espécies de flora para a sua utilização na agricultura e ornamentação. Outro dos objectivos destes espaços prendia-se com a divulgação da diversidade do mundo às populações.

Nos últimos anos os Jardins Botânicos, começaram a ser vocacionados para a conservação da diversidade biológica, educação ambiental, investigação e lazer. O Jardim Botânico do Faial, com as obras efectuadas nos últimos anos, cumpre integralmente todas estas premissas.
De acordo com João Melo, Director do Parque Natural do Faial, entidade que gere o jardim Botânico, “ao longo dos últimos séculos, os Jardins Botânicos no mundo inteiro desempenharam funções importantíssimas, sobretudo no que concerne a aclimatação das espécies de flora para a sua utilização na agricultura e ornamentação. Outro dos objectivos destes espaços prendia-se com a divulgação da diversidade do mundo às populações. Nos últimos anos os Jardins Botânicos, começaram a ser vocacionados para a conservação da diversidade biológica, educação ambiental, investigação e lazer. O jardim botânico com as obras efectuadas nos últimos anos, cumpre integralmente todas estas premissas” – conclui. 


O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO